Teste do produto: renovador de partes plásticas envelhecidas

Quer recuperar as partes plásticas envelhecidas do carro de forma rápida e eficaz? Conheça o renovador Back to Black, da Mothers

Na grade churrasqueira, que fica na base dos limpadores, o plástico antes ressecado (à esq.) ganhou aspecto de novo (à dir.) Na grade churrasqueira, que fica na base dos limpadores, o plástico antes ressecado (à esq.) ganhou aspecto de novo (à dir.)

Na grade churrasqueira, que fica na base dos limpadores, o plástico antes ressecado (à esq.) ganhou aspecto de novo (à dir.) (Renato Pizzuto/Quatro Rodas)

Com o passar do tempo, é comum que algumas peças plásticas do carro fiquem esbranquiçadas ou manchadas. Nada que aqueles produtos renovadores de plástico não resolvam.

O problema é o trabalhão que eles dão: molha um pincelzinho, aplica num canto, molha de novo, cuidado para não escorrer… É uma sujeira só.

Mas não é o caso do Back to Black, da Mothers: por ser em aerossol, ele é oferecido como uma forma de alcançar os locais mais difíceis sem precisar recorrer ao pincel.

Para colocá-lo à prova, selecionamos quatro veículos: Honda Civic 1996, Honda Fit 2010, Land Rover Discovery 4 2011 e Fiat Palio Weekend Trekking 2011, todos eles com diversas partes ressecadas pela exposição ao sol ou pelo uso de produtos químicos muito concentrados.

A forma de uso não tem segredo: basta agitar a lata, apontar o spray para o plástico, espalhar uniformemente até cobrir tudo e depois remover o excesso com uma toalha de microfibra seca. A única recomendação é que a área esteja limpa, fria e seca.

Entre as partes mais difíceis, estavam as grades “churrasqueiras” (na base dos limpadores de para-brisa): há frestas tão estreitas que, dependendo do carro, nem os pincéis alcançam. Foi aí que notamos que é preciso moderar na força do gatilho do spray para evitar desperdícios.

De modo geral, o produto deixou as peças com um brilho parecido com o original de fábrica em três carros, exceto no Land Rover. Neste, a churrasqueira estava tão ressecada que tivemos de aplicar mais uma vez e, ainda assim, não devolveu o acabamento desejado.

“O Back to Black funcionou bem para peças que não foram expostas ao sol por muito tempo”, diz Antônio Carlos Cosimato, da Deep Cleaning, especializada há mais de 25 anos em conservação automotiva.

Comercializado por R$ 69,90 o frasco que contém 283 gramas, é um investimento para ser pensado com calma.

É verdade que ele facilita o trabalho e aposenta a necessidade de usar pincel ou escova, porém é preciso avaliar se a peça plástica não está muito ressecada, sob risco de não atingir o resultado esperado.

Avaliação – Back to Black aerosol, da Mothers (283 g)

 (Divulgação/Divulgação)

  • Nota: 7,5
  • Comentário: Por ser um produto em aerossol, o renovador Back to Black alcança qualquer cantinho e dispensa pincéis.
  • Preço: R$ 69,90
  • Compra: autoamerica.com.br
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s