Clique e assine por apenas 8,90/mês

Posso aproveitar no automóvel a gasolina que sobrou no barco?

Sim, é possível. Mas é bom evitar

Por Redação - Atualizado em 2 jan 2017, 17h43 - Publicado em 16 Maio 2016, 12h38

Frasco Erlenmeyer com gasolina aditivada, em teste de combustível realizado pela

Após a pescaria, sobra gasolina com óleo dois-tempos, que se estraga facilmente. Para não jogá-la fora, coloco-a no carro, na proporção de 35 litros de gasolina para os 10 litros da sobra. Isso prejudica o motor? — Arnaldo Franchini, por e-mail

Como os 10 litros contêm 0,2 litro de óleo 2T (50:1) e você os junta com 35 litros de gasolina, a proporção fica 45:0,2 ou 225:1, o que representa apenas 0,44% de óleo na gasolina do tanque do carro. É muito pouco, e o motor funcionará normalmente, mas a carbonização que sempre se dá com o passar dos quilômetros será acelerada. Por isso, é bom evitar.

Como sugestão (e caso dinheiro não seja um grande problema), use gasolina Podium no motor do barco e guarde-a para a próxima pescaria, pois essa gasolina suporta até um ano sem envelhecer.

Continua após a publicidade

 

Publicidade