Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Correio Técnico: a posição da pinça do freio interfere na performance?

Local escolhido considera desde manutenção até proteção contra sujeita, variando conforme o propósito do modelo

Por Fábio Black Atualizado em 23 jul 2021, 17h49 - Publicado em 24 jul 2021, 08h00
Roda Porsche
Diversos fatores determinam o posicionamento das pastilhas Quatro Rodas/Quatro Rodas
Existe algum motivo, relacionado ao desempenho do sistema, para o posicionamento da pinça de freio?

Everton de Oliveira, Itupeva (SP)

Quem responde é a engenheira Silvia Lombriller, conselheira da SAE Brasil. Segundo ela, não é esperado que haja diferença de eficiência na frenagem devido ao posicionamento da pinça de freio.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90.

Usualmente ela é colocada para a frente ou para trás para facilitar o acesso em manutenção, em especial para o sangramento do sistema. Na parte superior o acesso seria mais difícil, e na parte inferior há muito risco de alojamento de contaminação – alguns veículos off-road a têm instalada na parte superior, exatamente para evitar contaminantes, galhos ou pedras.

A instalação para a frente gera maiores esforços na fixação do cubo e rolamentos em relação à fixação para trás, durante frenagens bruscas. Essa instalação frontal também torna o sistema mais suscetível a vibrações e ruídos.

Adicionado a esses fatores, a maior parte dos veículos tem esse posicionamento definido buscando a melhor posição do sistema em termos de espaço de montagem, evitando interferências, em especial com componentes de direção e suspensão, bem como considerando a melhor condição possível de ventilação.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Edição de julho
A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade