Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Como funciona o rodízio de veículos em São Paulo

Entenda como funciona a restrição de circulação na Cidade de São Paulo e quem tem direito a isenção do rodízio

Por Rafael Sommadossi
6 Maio 2024, 19h00

Desde 1997, a cidade de São Paulo implementou um sistema de rodízio de veículos como uma medida para reduzir o tráfego, melhorar a mobilidade urbana e, principalmente, reduzir a poluição na cidade.

Esta regulamentação municipal opera em duas zonas distintas da cidade, conhecidas como Zona de Máxima Restrição à Circulação (ZMRC) e Zona de Restrição ao Trânsito de Caminhões (ZRTC), e tem sido uma tentativa eficaz de gerenciar o fluxo de veículos durante os horários de pico.

O sistema baseia-se no último dígito numérico da placa do veículo para determinar o dia em que ele não pode circular nas áreas designadas durante os horários específicos. O rodízio é aplicado de segunda-feira a sexta-feira, excluindo os feriados, das 7h às 10h e das 17h às 20h.

Continua após a publicidade
Mapa rodízio SP
Zona conhecida como “centro expandido”, onde vale o rodízio da cidade de São Paulo (Divulgação/CET)

Dia de rodízio muda de acordo com a numeração final da placa do carro:

1 e 2 – Segunda-Feira

3 e 4 – Terça-Feira

Continua após a publicidade

5 e 6 – Quarta-Feira

7 e 8 – Quinta-Feira

9 e 0 – Sexta-Feira

Continua após a publicidade

Multas e Penalidades por trafegar e dia de rodízio:

Desrespeitar o rodízio em São Paulo é considerado uma infração de trânsito grave, conforme o código de trânsito brasileiro (CTB). A multa para quem circula com o veículo em horários e locais restritos é de R$ 130,16, com a aplicação de quatro pontos na carteira de habilitação do condutor.

Carros com placas de outros municípios precisam respeitar o Rodízio em São Paulo?

Sim. Devem seguir as mesmas regras dos veículos emplacados em São Paulo.

Veículos Isentos do Rodízio em São Paulo:

Algumas categorias de veículos estão isentas do rodízio em São Paulo, como táxis, veículos dos Correios, guinchos, entre outros. Pessoas com deficiência com comprometimento de mobilidade ou tratamento debilitante de doença grave também são isentas.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Veículos isentos:

  • Transporte coletivo e de lotação
  • Motocicletas e similares
  • Táxis
  • Transporte escolar
  • Guinchos
  • Ambulâncias, policiamento, corpo de bombeiros
  • Defesa Civil
  • Forças Armadas
  • Fiscalização e operação de transporte de passageiros
  • Serviço funerário
  • Penitenciários
  • Serviço dos Conselhos Tutelares
  • Do Tribunal Regional Eleitoral e requisitados
  • Transporte de materiais necessários a campanhas públicas, inclusive saúde, defesa civil e caráter social
  • A serviço de “manutenção” ou “segurança” ferroviária e metroviária
  • De atendimento a emergências químicas e ambientais
  • Obras e serviços essenciais de redes de água/esgoto, energia elétrica, telecomunicações, gás canalizado
  • Serviço de fiscalização, sinalização e apoio ao trânsito
  • Coleta de lixo
  • Obras, manutenção e conservação de vias – Zeladoria
  • Correios
  • Transporte de combustível aeronáutico e ferroviário
  • Insumos ligados às atividades hospitalares
  • Transporte de sangue e derivados, de órgãos para transplante e de material para análises clínicas
  • Transporte de valores
  • Escolta armada
  • Veículos de reportagem, em cobertura jornalística
  • Transporte de produtos alimentares perecíveis
  • Veículos Urbanos de Carga
  • Unidades móveis adaptadas para serviços médicos
  • De manutenção e conservação de elevadores
  • Pessoas com deficiência com comprometimento de mobilidade ou tratamento debilitante de doença grave
  • Os movidos por energia de propulsão elétrica, a hidrogênio ou híbridos
  • Médicos
  • Corpo diplomático, corpo consular, organismos internacionais

Como solicitar a Isenção de rodízio em São Paulo:

Os proprietários de veículos que se enquadram nas categorias de isenção podem solicitar o benefício no site da Secretaria de Mobilidade e Transportes da Prefeitura de São Paulo, na opção “Isenção de Rodízio“.

Continua após a publicidade

Rodízio para Veículos Pesados:

Para veículos pesados, como caminhões, o sistema de rodízio segue uma lógica diferente. Eles têm horários restritos para circulação em algumas vias da cidade, durante os horários de pico, visando evitar congestionamentos em áreas urbanas mais movimentadas.

Caminhões estão liberados do Rodízio nas vias limítrofes da área vermelha, como as marginais dos rios Tietê e Pinheiros, mas devem respeitar as demais regulamentações de restrição ao seu trânsito.

Com essas medidas, a cidade busca otimizar o fluxo de tráfego e promover uma convivência menor conturbada entre os veículos em geral, contribuindo para uma São Paulo mais acessível e sustentável.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.