Clique e assine por apenas 6,90/mês

Como é identificada a necessidade de um recall?

Por Redação - Atualizado em 23 nov 2016, 21h01 - Publicado em 9 Maio 2016, 11h45
Cinta que levanta o banco do Fox, que acaba prendendo o dedo do consumidor
Cinta que levanta o banco do Fox, alvo de um dos recalls mais ruidosos do país, em 2008

Como é identificada a necessidade de um recall? A responsabilidade é do fabricante do carro ou do fornecedor da peça? — Willian Tetsuya, São José dos Campos (SP)

O recall é necessário quando o veículo apresenta vício (defeito) que coloca em risco a saúde e/ou integridade física do consumidor.  Portanto, uma avaria crônica de ar-condicionado, por exemplo, nunca seria alvo de um recall. A realização do chamamento pode ser imposta pelos órgãos de fiscalização do governo ou realizada voluntariamente pela montadora, o que é mais comum.

Segundo Manaceis Lima de Souza, especialista do Procon-SP, alguns defeitos podem surgir em qualquer momento da vida útil do produto. Nesse caso, o recall também é obrigatório, por mais antigo que o modelo seja. A responsabilidade pela realização do recall é sempre da montadora ou importadora do veículo. Mas se alguém comprar uma peça de reposição, será de quem a produziu ou importou. 

 

Publicidade