Clique e assine por apenas 8,90/mês

Chevrolet OnStar

Recém-lançado no Cruze, o recurso de concierge e assistente pessoal oferece conveniência ao motorista, mas tem funções pouco úteis

Por Isadora Carvalho - Atualizado em 23 nov 2016, 20h21 - Publicado em 26 dez 2015, 18h59
Chevrolet OnStar
O OnStar usa linha própria de celular para falar com a central

O recurso de concierge e assistente pessoal não é uma novidade no Brasil (marcas como Volvo e BMW já o oferecem). Mas a GM é a primeira a disponibilizá-lo em um carro tão barato (na faixa de R$ 70 mil): no caso, toda a linha 2016 do Cruze hatch e sedã.

Disponível nos EUA há 19 anos, o OnStar permite ao motorista no Brasil solicitar a uma central de atendimento pesquisas rápidas na internet, reserva em hotéis e restaurantes, informações turísticas e envio de um destino ao GPS do carro. Tudo por uma linha telefônica que vem no veículo. Para acioná-la, é só pressionar o botão central no painel de controle, no retrovisor interno. No nosso teste, as chamadas foram respondidas por funcionários prestativos e sem espera. Natural, já que o OnStar ainda não está disponível ao público em geral.

A maioria dos pedidos, porém, eram informações que são consultadas antes de sair de casa ou com um celular com internet. Quando pedimos para traçar uma rota fugindo do trânsito, não foi possível, pois o GPS do Cruze não tem essa função, algo que Waze ou Google Maps oferece.

Há ainda o recurso de emergência, ativado pelo botão SOS ou automaticamente se houver uma colisão que dispare os airbags. Neste caso, a central liga para o veículo: se os ocupantes estiverem inconscientes, ela contata o serviço de resgate local. O OnStar identifica ainda, por meio de sensores, sinais de arrombamento e começa a rastrear o carro. A central irá reduzir gradativamente a velocidade até chegar a 0 km/h.

Para os donos de celular com Android ou iOS, o Cruze obedece a comandos a distância. Um aplicativo trava/destrava portas, aciona buzina e luzes e informa no mapa a localização exata. Para quem empresta o carro ao filho, o app monitora o trajeto e avisa se passar da velocidade predeterminada. Se você fica desconfiado ao parar em valets, vai adorar o alerta que avisa se ele se afastar mais de 450 metros.

O OnStar é grátis no primeiro ano após a compra do carro. Depois, ele será pago: a montadora estima que custará de R$ 70 a R$ 80 mensais.

Continua após a publicidade

AVALIAÇÃO – OnStar

Nota: 6,5

Exceto pelo serviço de emergência, ele tem pouca utilidade na vida real. Nem rotas de trânsito ele pode informar.

Preço: grátis no primeiro ano

Continua após a publicidade

Compre: chevrolet.com.br

Cumpre o que promete? SIM!

Publicidade