Car detailing: a mágica que deixa seu carro brilhando de novo

Secagem com jato de ar, um mês de trabalho, preço de R$ 4.000... Tudo é possível no car detailing, a técnica de renovação que já faz sucesso no país

 (Thales Molina/Quatro Rodas)

O nome é estranho, mas o serviço é o sonho de quem adora cuidar do carro pessoalmente e deixá-lo em perfeito estado. Começa a se popularizar no Brasil o car detailing (ou detalhamento), que é a combinação da higienização de interior com um espelhamento da lataria e uma pitada de recuperação de materiais, sempre feitos com minúcia, em processos que podem levar até um mês de execução – e ter um custo de quase R$ 4.000.

Luan Cordeiro, um dos pioneiros no auto detailing no Brasil e dono da AutoFlux, de Curitiba (PR), explica que o processo precisa ser feito por etapas para ser eficaz.

A parte crucial é a avaliação. Nela são analisadas todas as superfícies que serão tratadas, o que inclui estofamentos dos bancos, revestimento do painel, carpetes e peças plásticas ou emborrachadas, além da carroceria.

“A avaliação permite selecionar corretamente os materiais e equipamentos que serão usados, preparar as diluições corretas dos produtos químicos e estimar o tempo de trabalho”, diz.

Feita a avaliação, segue-se a lavagem. Mas não da forma como você conhece. “Nessa etapa, fazemos a limpeza das rodas, caixas de roda, parte inferior, carroceria, guarnições de porta, motor e qualquer outro detalhe, seguindo sempre um método próprio e com um produto específico para cada área”, explica Cordeiro.

Até a secagem pode ter um procedimento especial. Na Perfect Detail Garage, em Niterói (RJ), os veículos são secados com jato de ar para garantir acabamento perfeito.

Só depois dessa etapa vem a descontaminação. “Chega um momento na vida do carro em que os tecidos se escurecem e os plásticos perdem brilho. Não por mau uso, mas por conta da poluição e do uso diário. O detalhamento devolve às superfícies sua cor natural”, conta Silvio Rivarolla, diretor do Sindirepa-SP (sindicato das oficinas independentes) e diretor da Evolution, que também realiza o serviço.

A descontaminação remove tudo que a limpeza simples não foi capaz de eliminar.

Depois, o automóvel passa à etapa seguinte: o espelhamento da carroceria e o detalhamento interno. O processo corrige os defeitos da pintura, mas para isso é necessário recorrer a lâmpadas especiais e até a um medidor de espessura da tinta para descobrir os locais da lataria mais críticos sem comprometer os pontos em que o verniz já esteja prejudicado.

O antes e o depois de uma pintura restaurada pela AutoFlux O antes e o depois de uma pintura restaurada pela AutoFlux

O antes e o depois de uma pintura restaurada pela AutoFlux (divulgação/)

Expectativa sob controle

Nem é preciso chegar a essa fase para tocar uma das partes mais relevantes para a satisfação do cliente: o gerenciamento de expectativas.

“Como o car detailing é um serviço de embelezamento do veículo, o cliente tem de saber exatamente o que vai conseguir. Em alguns casos, o carro sai da oficina como se fosse novo. Em outros, melhora uns 80%. E há casos em que o estrago é tão grande que só uma reforma resolve. Avisar o cliente sobre os resultados é fundamental para não haver frustrações”, diz Rivarolla.

Justamente por isso que a fase de avaliação é tão importante. “O técnico (chamado detailer) tem de ser muito bem treinado para conseguir avaliar tudo corretamente.”

Já o interior pode ir além da mera limpeza das superfícies. “Tudo depende da habilidade do profissional: plásticos podem ser repintados, painéis de madeira ou fibra de carbono podem ser polidos, couro com rachaduras pode ser recuperado. Muitas vezes o detailer não conta com estrutura e técnica para tais reparos, mas sempre terá parceiros que o auxiliam nesse processo”, diz Cordeiro.

A última parte é a finalização. “Revisamos todo o trabalho, procurando qualquer detalhe que possa ser tratado ou corrigido. Essa fase é enriquecida com a experiência do profissional, que sempre busca ir além.”

Todas essas etapas exigem tempo: segundo o dono da AutoFlux, quase uma semana. Às vezes, duas. Um projeto de detalhamento completo pode durar até 10 dias ou mais, dependendo do caso. “Já chegamos a trabalhar 15 dias em um veículo. Em média, um detalhamento bem executado leva seis dias inteiros. Mas tudo dependerá do combinado com o cliente e das exigências do trabalho. Para se ter uma ideia, apenas o tratamento da pintura pode requerer quatro dias.”

Fred Bizzotto, da Perfect Detail, vai mais longe:  “Se o interessado achar que 10 ou 15 dias é muito, então esse não é o perfil do nosso cliente. No mundo do auto detailing, a pressa é inimiga do detalhe.”

De Fusca a Porsche

A certeza, no entanto, é que o trabalho é bem caro: varia de R$ 1.900 a R$ 3.900 dependendo da condição do veículo, explica Cordeiro. Mas é barato perto do que se cobra no exterior. No Reino Unido, a Elite Car Detailer cobra 7.000 libras esterlinas (R$ 41.500) pelo serviço e demora mais de um mês. E tem fila de espera.

Ao contrário do que pode parecer, o perfil do cliente nem sempre é um milionário com um carrão importado.

O impecável interior de um Mercedes 280 SL finalizado na Inglaterra O impecável interior de um Mercedes 280 SL finalizado na Inglaterra

O impecável interior de um Mercedes 280 SL finalizado na Inglaterra (divulgação/Internet)

“Não importa se é um Fusca ou um Porsche, todos têm em comum uma paixão, que muitas vezes se perde com o tempo – entenda-se, maus tratos”, comenta Bizzotto.

“Tem dono de Ferrari que não investe em um plano mais completo, por não achar necessário, e dono de carro nacional que investe sem medo”, diz Cordeiro. “Certa vez um cliente queria ‘detalhar’ um carro que foi do pai dele, já falecido. O momento da entrega foi bem bacana. Ele disse, emocionado: ‘Nossa, me sinto criança outra vez. Ficou igual ao dia em que meu pai chegou com o carro novo na garagem de casa’.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Elaine Rodrigues Lacerda

    Olá, sou Elaine. Moro em Bh-mg, e fiquei muito animada com esta matéria. Uma pessoa me falou sobre esse tipo de serviço. Trabalho com limpeza básica de veículos, mas, normalmente fico muito frustrada com a qualidade dos serviços prestados pelos lava jatos. Daí, esse dono do lava jato onde fui fazer teste me recomendou fazer um curso de detailer, devido a minha forma de trabalhar. Então, gostaria de saber como faço para fazer curso na área.
    Se puderem me ajudar, serei muito grata.
    Obrigada pela atenção!