Segue batalha judicial entre Lotus e seu ex-CEO

Marca acusa Dany Bahar de desviar dinheiro para fins pessoais

mercado

O imbróglio entre a Lotus e seu ex-CEO, Dany Bahar, parece não ter fim. O novo capítulo na batalha jurídica travada entre ambos é a declaração feita pela tradicional marca inglesa sobre o destino da verba supostamente desviada por Bahar.

De acordo com a montadora, o ex-funcionário utilizou dinheiro que pertencia à companhia para pagar despesas pessoais como motorista particular, viagens de helicóptero, dez relógios de pulso de luxo e reforma de duas propriedades residenciais. Por isso, cobra US$ 4 milhões de Bahar na Justiça.

O ex-CEO, por outro lado, pede indenização de US$ 11 milhões da Lotus, acusando a marca de demiti-lo injustamente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s