QUATRO RODAS de fevereiro: o novo round na briga dos SUV

Supercomparativo entre Tracker, Renegade, Compass, HR-V, Creta, Kicks e Vitara é o destaque da edição

Os lançamentos mais recentes entre os SUVs compactos e médios mostram que, apesar de lutarem para conquistar o mesmo público-alvo, os concorrentes do segmento já apresentam propostas e personalidades bem distintas.

Para fazer uma análise abrangente das novidades em relação aos modelos que já são sucesso por aqui, alinhamos os novos Chevrolet Tracker, Jeep Compass, Suzuki Vitara e Hyundai Creta em um supercomparativo envolvendo os estabelecidos Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks.

Mas nem tudo hoje em dia é SUV. Os outros destaques da edição de fevereiro da QUATRO RODAS deixam isso bem claro:

Chevrolet Camaro x Audi TTS – Eles parecem tão distintos quanto a àgua e o vinho, mas custam quase a mesma coisa. V8 à americana ou 2.0 T europeu?

Troller T4 x Suzuki Jimny – Muito além dos aventureiros de shopping, eles mostram aos SUVs compactos como se anda na terra. Qual o melhor?

Novo Kia Cerato – O sedã ganhou cara nova para tentar mais espaço entre o disputado segmento de sedãs médios.

Peugeot 3008 – Agora um SUV, o francês evoluiu para peitar Compass e New Tucson. E traz um patinete elétrico de brinde!

Mercedes-AMG GT-R – Ainda melhor que o AMG GT, ele mostra a diferença que uma letra pode fazer.

Volvo XC90 D5 – Com apenas um tanque de diesel, o impressionante utilitário da Volvo pode andar mais de 1.000 km.

Tesla Model X – Do desempenho que o faz voar mais rápido que um Porsche às portas com abertura incomum, ele é diferente de tudo o que já dirigimos.

JAC T5 CVT – O SUV chinês agora pode ser equipado com câmbio automático. E continua custando mais barato que a concorrência.

Os carros de Piquet – O dia em que Nelsinho dirigiu os melhores carros do pai.

Longa Duração – Convocamos especialistas para avaliar os sistemas de áudio originais de Fiat Mobi, Nissan Kicks, Audi A3 e Chevrolet Cruze.

 

E MAIS: Segredos, Via Expressa, Grandes Brasileiros, Correio Técnico, Novas Tecnologias, Mercado, Auto-serviço, Top Ten, Autodefesa, Jeremy Clarkson, Usado do Mês, Produtos para o Carro, Tabela de Preços… já nas bancas!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Definitivamente esta Revista já não é pra mim.
    Sou assinante a décadas e creio que a QR passou a se voltar preferencialmente a Classe “A”

    A várias edições, só se testam carros de mais de 80 mil reais…Na edição anterior testaram um Mobi para não ficar chato, nesta aí nem se deram ao trabalho.

    A Renault por exemplo lançou uma linha de motores novos no Logan e Sandero…em outros tempos gerariam teste e comparativos com os concorrentes. Afinal o Sandero anda sempre entre os 6 mais vendidos e o Logan se não é lider não vende mau.

    E então a QR passa meses dando um Ctrl C / Ctrl V nas fichas técnicas de HRV e Renegade e colocam do lado o teste do SUV da vez….

    É legal ver os lançamentos, mas fato é que os carros mais vendidos não são os SUV.
    Os SUV são bons para as montadoras: Plataforma de carro pequeno com uma carroceria altinha…
    ..Alias…Quando a QR testou o Creta na India ele era feito (segundo a QR) sob a plataforma do HB20. Agora dizem que é a do Elantra (ou Sonata sei lá)??? Puxa…Que fácil trocar a plataforma de um carro hein???

    Em resumo…a QR praticamente testa apenas carros mais caros…Devem ter feito alguma pesquisa de opinião sobre quem compra/ assina a revista e a maioria deve ter votado que gosta disso…Estou fora desta categoria.

  2. Sinceramente, até hoje, não recebi a edição de Janeiro. E olha que paguei ontem o boleto, um dia antes!!