Os dez carros mais caros à venda no Brasil

Lamborghini Aventador Roadster custa nada menos que R$ 4,7 milhões; confira a lista completa

Os mais caros do Brasil

Lamborghini Aventador Roadster, Ferrari FF, Rolls-Royce Wraith e Aston Martin Vanquish

Se até os modelos populares já ostentam preços, digamos, impressionantes no Brasil, no caso das marcas de luxo a conta já passa fácil da marca de R$ 1 milhão. Confira abaixo a lista dos dez modelos mais caros à venda por aqui (incluimos apenas as marcas com representação oficial, sem considerar os carros que podem ser trazidos via importação independente).

Os 10 modelos mais caros à venda no Brasil
1 – Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster R$ 4.700.000
2 – Ferrari FF V12 R$ 3.950.000
3 – Lamborghini Aventador LP 700-4 R$ 3.900.000
4 – Rolls-Royce Wraith R$ 3.850.000
5 – Rolls-Royce Ghost Series II R$ 3.600.000
5 – Ferrari F12 Berlinetta R$ 3.600.000
7 – Ferrari 458 Speciale R$ 2.950.000
8 – Ferrari 488 GTB R$ 2.750.000
9 – Aston Martin Vanquish V12 R$ 2.701.490
10 – Lamborghini Huracàn LP 610-4 R$ 2.600.000

Para matar sua curiosidade de vez, vamos analisar os modelos mais caros das marcas premium presentes no Brasil. É uma lista um pouco diferente da que está aí em cima, mas com dados mais interessantes – até a Audi já possui modelos que se aproximam de R$ 1 milhão. Confira: 

 

BMW i8 – R$ 799.950

BMW i8

BMW i8

Este talvez seja o único texto em que o supercarro da BMW dá a impressão de ser barato. Não é: por R$ 799.950, ele custa R$ 90 mil a mais que o Série 7, recém-chegado ao Brasil. Curiosamente, em termos de tecnologia, ele é provavelmente mais inovador que todos os modelos milionários que aparecem aqui: motorização híbrida, aceleração de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e um inacreditável consumo urbano de 24,2 km/l – além do visual digno de filme de ficção científica.  

 

Audi R8 V10 5.2 Plus – R$ 959.190

Audi R8 V10 5.2 Plus

Audi R8 V10 5.2 Plus

Comercializado por R$ 959.190, o superesportivo vendido no Brasil ainda é o da primeira geração do R8 e não da segunda – apresentada no Salão de Genebra de 2015, sem previsão de chegada ao país. No entanto, o modelo ainda cativa pelo seu desenho atemporal e pelo motor V10 5.2, que desenvolve 550 cv e 55 mkgf de torque, capazes de levar o modelo da imobilidade aos 100 km/h em apenas 3,5 segundos e atingir a máxima de 317 km/h.

 

Land Rover Range Rover SVAutobiography Long Wheelbase – R$ 1.065.800

Land Rover Range Rover SVAutobiography Long Wheelbase

Land Rover Range Rover SVAutobiography Long Wheelbase

O SUV de luxo mais caro do Brasil desembarcou na semana passada por aqui. Dotado de carroceria com entre-eixos estendido, pintura em duas cores e interior com acabamento que não deve nada a jatinhos particulares, o Land Rover Range Rover SVAutobiography Long Wheelbase é vendido no país por R$ 1.065.800. Outro destaque do utilitário é o motor herdado do Range Rover Sport SVR, um V8 5.0 supercharged com 550 cv e 69,3 mkgf de torque.

 

LEIA MAIS:

>> Dez carros que sofreram impeachment no mercado

>> Top Ten: os “sleepers” do mercado brasileiro

>> Top Ten: quando as montadoras resolvem contrariar o senso comum

>> Top Ten: os faróis escamoteáveis mais inusitados

 

Mercedes-AMG S 65 Coupé – R$ 1.103.900

Mercedes-AMG S 65 Coupé

Mercedes-AMG S 65 Coupé

Um dos cupês mais luxuosos e potentes do mundo também é proporcionalmente um dos mais caros. Para possuir um Mercedes-AMG S 65 Coupé, é preciso pagar o valor de R$ 1.103.900. Enquanto o Mercedes-AMG S 63 Coupé 4Matic (R$ 853.900) tem um V8 5.5 biturbo de 585 cv debaixo do capô, o S 65 Coupé esconde um V12 6.0 biturbo de 630 cv e, respire fundo, 102 mkgf de torque. O felizardo comprador ainda leva para casa exclusividades como os 47 cristais Swarovski instalados em cada um dos faróis.

 

Porsche 911 Turbo S 3.8 Cabriolet – R$ 1.277.000

Porsche 911 Turbo S 3.8

Porsche 911 Turbo S Cabriolet

Modelo topo de gama da marca de Stuttgart, o Porsche 911 Turbo S Cabriolet é também o mais caro da fabricante à venda no país, até mais do que o grandalhão Panamera Turbo S (R$ 1.095.000). Para colocar o superesportivo com motor boxer 3.8 biturbo de 580 cv e 76,5 mkgf na garagem, é necessário desembolsar R$ 1.277.000. Ele chegou discretamente remodelado no Brasil há dois meses.

 

Maserati Quattroporte V8 3.8 GTS – R$ 1.350.000

Maserati Quattroporte V8 3.8 GTS

Maserati Quattroporte V8 3.8 GTS

O sedã de mais de 5 metros de comprimento da Maserati tem valor maior até do que o grand tourer GranTurismo. O Quattroporte custa R$ 1.350.000 e traz como destaque bancos de couro da grife Poltrona Frau, acabamento de madeira e detalhes em alumínio escovado. Debaixo do capô há um propulsor V8 3.8 de 530 cv e e 66,2 mkgf de torque (72,4 mkgf com overboost). Há quem prefira o visual da primeira geração do sedã, mas é fato que o Quattroporte ainda continua seduzindo pelas suas linhas.

 

Bentley Continental GT conversível W12 6.0 – R$ 1.555.000

Bentley Continental GT conversível W12 6.0

Bentley Continental GT conversível W12 6.0

Nascido pelas mãos do designer brasileiro Raul Pires, o Bentley Continental GT foi lançado em 2003 e foi o primeiro modelo lançado sob a operação do Grupo Volkswagen. Atualmente, ele está em sua segunda geração e trouxe evoluções no seu desenho, mas sem abandonar as raízes. No Brasil, o Continental GT conversível é o mais caro da gama da marca britânica, não saindo da loja por menos de R$ 1.555.000 na versão W12 6.0 twin turbo, de 590 cv e 73,4 mkgf de torque.

 

Aston Martin Vanquish V12 6.0 – R$ 2.701.490 (US$ 820.000)

Aston Martin Vanquish

Aston Martin Vanquish

Lançada em 2012, a segunda geração do Aston Martin Vanquishi traz um belo visual, com linhas que exalam esportividade e elegância. Debaixo do capô do modelo produzido em Gaydon (Inglaterra), há um V12 6.0 de 573 cv e 63,2 mkgf de torque, suficientes para o cupê acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e alcançar a velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 295 km/h. Com produção artesanal, custa US$ 820.000, ou R$ 2.701.490 pela taxa de câmbio atual. Quem quiser ainda mais exclusividade pode ir de Aston Martin Vulcan. Para usufruir do motor V12 7.0 de mais de 800 cv do superesportivo, o comprador terá que pagar a bagatela de US$ 2.200.000 (R$ 7.247.200!!!) e ainda ter que rodar com o modelo somente na pista, pois o Vulcan não é homologado para as ruas.

 

Rolls-Royce Wraith – R$ 3.850.000

Rolls-Royce Wraith

Rolls-Royce Wraith

Apresentado ao país em 2014, o luxuoso cupê foi feito para milionários que não estavam satisfeitos em ficar no banco de trás do sedã Ghost Series II – no qual compartilha a plataforma.  Sob o longo capô, mora um V12 6.6 biturbo de 632 cv e 81,6 mkgf de torque, responsável por fazer o modelo acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e ir até 250 km/h (velocidade limitada eletronicamente). Destaque também para o teto que simula um céu estrelado. O Rolls-Royce Wraith cobra alto por tudo o que oferece: R$ 3.850.000. Caso queira ir relaxando no banco de trás, escolha o Ghost Series II, um pouco menos potente e mais “barato” (R$ 3.600.000).

 

Ferrari FF V12 6.3 – R$ 3.950.000

Ferrari FF

Ferrari FF

Revelada em 2011 para o mundo, a Ferrari FF trouxe consigo uma proposta de carregar mais do que dois passageiros a bordo. No salão de Genebra desse ano, a FF já teve sua substituta apresentada: a Ferrari GTC4Lusso. No entanto, essa última ainda não chegou ao Brasil e a FF é, portanto, o modelo mais caro da marca do cavalinho rampante atualmente, sendo vendida por R$ 3.950.000. Como credenciais, a FF tem motor V12 6.3 aspirado de 660 cv e 69,6 mkgf de torque, fora seu visual shooting brake (controverso para alguns e amado por outros).

 

Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster – 4.700.000

Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster

Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster

O Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster detém o título de carro mais caro à venda no Brasil – considerando somente modelos importados oficialmente e liberados para as ruas, o que exclui o Aston Martin Vulcan citado mais acima. A versão sem teto do Aventador custa a bagatela de R$ 4.700.000 e conta com um V12 6.5 aspirado que despeja os 700 cv e 70,3 mkgf de torque nas quatro rodas. Segundo a Lamborghini, o superesportivo vai de 0 a 100 km/h em módicos 3,0 segundos, atingindo a máxima de 350 km/h. O Aventador com teto tem valor de R$ 3.900.000, enquanto o “modelo de entrada” Huracán LP 610-4 tem valor de R$ 2.600.000.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s