Ford EcoSport reestilizado manterá estepe na traseira no Brasil

Versão reestilizada terás novos motores e interior atualizado

Em vez de aparecer no Salão do Automóvel de São Paulo, o Ford EcoSport reestilizado foi mostrado no Salão de Los Angeles uma semana depois, em meados de novembro. Mas o jogo vai virar: nós receberemos o novo EcoSport meses antes, no início do segundo semestre. Nos EUA, a estreia será em 2018.

ford-ecosport-segredo-2

Mesmo com camuflagem nota-se que a frente é igual a do carro norte-americano (Lourival Magalhães)

Os carros brasileiros serão praticamente iguais por fora. Terão faróis maiores, grade reposicionada para cima, faróis de neblina maiores e mais altos, além do para-choque com porções inferiores pintadas na cor do carro. Mas a traseira será praticamente a mesma de hoje, com estepe à mostra. De novo, só o para-choque. 

ford-ecosport-segredo-8

Imagem mostra tela menor que a apresentada nos EUA no topo do painel (Lourival Magalhães)

Enquanto na Europa e nos Estados Unidos o estepe pendurado na traseira soa como solução prosaica, no Brasil é visto como algo determinante para o EcoSport se afirmar como um SUV compacto e lhe conferir porte. Sem estepe, seu comprimento cai de 4,24 m para 4,01 m, colocando-o como o menor do segmento – o que ele de fato já é.

novo Ford EcoSport


Os comandos dos retrovisores agora estão no apoio de braço da porta do motorista

A maior novidade talvez esteja no interior, com painel todo novo e com saídas de ar horizontais, novos volante e o quadro de instrumentos. Mas as fotos de um comboio de EcoSport flagrados em Salvador pelo leitor Lourival Magalhães mostram que ao menos os carros fotografados ficaram sem a nova central multimídia SYNC3 com tela de 8″. A tela que aparece em destaque no topo do painel é menor.

Estepe permanecerá na traseira

Estepe permanecerá na traseira (Lourival Magalhães)

Um assunto delicado para o EcoSport diz respeito à mecânica. O velho motor 2.0 Duratec de 145 cv deverá dar lugar à versão com injeção direta usada pelo Focus, com 178 cv. Já o motor 1.6 Ti-VCT poderá ser substituído pelo novo 1.5 Dragon de três cilindros. Com imagem maculada por defeitos, o câmbio automatizado Powershift será substituído por um automático de seis marchas convencional.

novo Ford EcoSport


Principal mudança do novo EcoSport está na dianteira, que ficou, visualmente, mais alta

novo Ford EcoSport


Traseira segue sem mudanças em relação ao atual EcoSport

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. HardWing Plays

    Não entendi, a ford inclui o tamanho do veiculo com o estepe ou a 4 rodas que fez isso? Deixar um estepe na tampa do porta malas para dar impressão de ser maior? Se vende por isso o povo brasileiro é muito burro mesmo heim!

  2. Ricardo Siade

    Não somente o estepe será mantido, mas também os limpadores do para-brisas permanecerão os atuais. No modelo americano o eixo das hastes são fixadas próximo da coluna, portanto mais eficientes, enquanto as hastes do modelo nacional são paralelos, mantendo uma grande área sem limpeza.

  3. Renato Couto

    O curioso é que os lideres de vendas do seguimento não tem o Estepe na tampa do porta malas! Ou seja aquela istoria de que o Brasileiro gosta do estepe pendurando não é verdade! Mas deixa a Ford se iludir!