Melhor Compra 2016: hatches usados até R$ 18.000

A crise da indústria fez o mercado de carros de segunda mão explodir. Selecionamos os modelos que fazem seu dinheiro render mais

Hatches usados até R$ 18.000

Enquanto o mercado de veículos novos fechou o primeiro semestre com uma queda nas vendas de 25,4%, os usados só têm a comemorar. Comparado ao mesmo período do ano passado, esse setor apresentou um impressionante aumento de 23,6%, considerando modelos com até três anos de idade.

Nada mais natural: em tempos de crise, o consumidor pensa duas vezes antes de colocar a mão no bolso. Assim, o seminovo torna-se a melhor maneira de trocar de automóvel sem comprometer as economias. Mas com tanta gente fazendo negócio neste momento, como diferenciar a escolha perfeita de um mico disfarçado de oportunidade?

É aí que entra o Melhor Compra de Usados, uma seleção de 87 modelos divididos em 26 categorias. Por trás deste trabalho gigantesco, está o esforço e a experiência do consultor e jornalista Alexandre Ule Ramos. Além de cobrir a área automotiva há 30 anos, ele também é um personal car, profissional dos novos tempos que tem como missão caçar as melhores ofertas para quem está pensando em trocar de carro.

“Muito cuidado na pesquisa, pois há uma enorme sobreposição de preços neste ano, com veículos mais novos custando o mesmo ou até menos que unidades mais antigas”, orienta Ramos. Ele explica também que o levantamento de preços publicados aqui representa uma média nacional e, portanto, pode ter variações regionais. É bom lembrar ainda que esses números não são os valores pelos quais os carros foram anunciados, mas sim os da compra efetiva.

Para elaborar a lista com todos os finalistas, Ramos contou também com a colaboração de outros especialistas do meio. O consultor técnico da QUATRO RODAS, Fábio Fukuda, foi o responsável em avaliar a nota de manutenção de cada veículo, o site Segurar.com fez as cotações de seguro e a Agência AutoInforme calculou as taxas de desvalorização. Os itens “liquidez”, “custo de manutenção”, “imagem” e “prazer ao dirigir” receberam notas de 0 a 10.

A seguir, vamos destrinchar duas categorias: hatches até R$ 15.000 e hatches até R$ 18.000. As outras serão publicadas progressivamente nas próximas semanas.

HATCHES ATÉ R$ 15.000

1° – Fiat Mille 1.0 Fire 2P 2013

Mille 1.0 Fire 2P 2013

O Mille deixou de ser produzido em dezembro de 2013, por causa da obrigatoriedade dos freios ABS e do airbag para os modelos fabricados a partir do ano seguinte. Até então, ele vinha vendendo muito bem, inclusive para as locadoras. Isso mostra sua robustez mecânica, seu baixo custo de manutenção e sua facilidade de revenda, além de ser discreto no dia a dia.

Aqui indicamos o modelo mais novo possível, o 2013, com duas portas. Se você é daqueles que fazem questão de um quatro portas, terá  de partir para um automóvel 2011 ou 2012 para que o valor de compra fique nessa faixa de preço de R$ 14.000. Por mais 10%, dá para levar veículos equipados com ar-condicionado.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 14.000
Desvalorização 5,7%
Seguro R$ 1.710
Liquidez 8
Custo de manutenção 9
Imagem 4
Prazer ao dirigir 5

 

2° – Renault Clio Campus 2011

Clio Campus 2011

O Clio 2011 é um bem desatualizado em tecnologia e visual, mas ainda é um bom companheiro para o uso diário, sendo robusto, pouco avesso a problemas crônicos e relativamente fácil de vender, por ser barato. Tem a fama das peças caras, mas a solução é tentar recorrer ao mercado paralelo, que tem preços bem mais camaradas. Aquela reestilização que deu uma cara nova ao modelo viria apenas em 2013.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 15.000
Desvalorização 7%
Seguro R$ 1.158
Liquidez 8
Custo de manutenção 8
Imagem 5
Prazer ao dirigir 6

3° – Renault Sandero Authentique 1.0 4P 2009

Sandero Authentique 1.0 4P 2009

O Sandero 2009 é o mais velho dos três finalistas. Sem apresentar grandes problemas crônicos, o Renault compensa com o maior espaço interno, superior até mesmo ao de automóveis bem mais caros. Mas ainda não conta com a reestilização que só chegaria na versão 2012. Outro grande benefício é que o preço acima é para exemplares equipados com ar-condicionado e direção hidráulica.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 15.000
Desvalorização 5,5%
Seguro R$ 1.191
Liquidez 8
Custo de manutenção 7
Imagem 7
Prazer ao dirigir 6

HATCHES ATÉ R$ 18.000

1° – Fiat Palio 1.0 Fire Economy 4P 2011/2012

Palio Fire 1.0 Economy 4P 2011/2012

O Palio com esta carroceria já tem mais de dez anos de mercado, mas nem por isso deixou de ser uma ótima opção de compra entre os seminovos. Robusto, com seguro barato, depreciação baixa e avesso à manutenção, tem sido o queridinho das locadoras ao longo dos anos. Também por isso demanda atenção na hora da compra.

Esta versão apresenta uma grande sobreposição de valores no mercado de usados: não é difícil encontrar veículos da linha 2011 e 2012 sendo vendidos pelo mesmo valor. Portanto, a pesquisa demorada e cuidadosa é fundamental. O preço aqui publicado é para carros básicos. Veículos com ar e direção custam cerca de 10% a 15% a mais.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 18.000
Desvalorização 12%
Seguro R$ 2.064
Liquidez 8
Custo de manutençnao 9
Imagem 5
Prazer ao dirigir 5

2° – Chevrolet Celta 1.0 Spirit / Life 4P 2011

Celta 1.0 Spirit / Life

Este já saiu de linha e também era popular entre as locadoras. Usa a mesma plataforma do primeiro Corsa, lançado em 1993. Se o acabamento é ruim, ele é resistente e tem seguro e manutenção bem em conta. Podem ser achados alguns carros 2012 básicos (versão LS) por esse mesmo valor. Ou LT completo, mas de locadoras. Os 2011, nessa faixa de preço e dependendo da região do país, são sempre completos.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 16.900
Desvalorização 6,3%
Seguro R$ 1.489
Liquidez 8
Custo de manutenção 10
Imagem 4
Prazer ao dirigir 5

3° – Peugeot 207 1.4 XR 2009/2010

Peugeot 207 1.4 XR 2009/2010

É o mais velho do grupo, mas é o mais bem-acabado e completo, além de ter motor 1.4. O 207 tem a vantagem de não ter a mesma cara de carro básico dos dois primeiros lugares, que são muito usados por empresas. A manutenção, porém, é um pouco mais cara e a liquidez na revenda, menor. Quanto à depreciação, a pior parte já passou nos primeiros anos de vida do carro e, assim, a perda tende a ser pequena.

Bolsa de valores
Preço estimado R$ 16.500
Desvalorização 10,5%
Seguro R$ 1.331
Liquidez 7
Custo de manutenção 7
Imagem 5
Prazer ao dirigir 6
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Matheus Saar

    Esqueceram do Citroën c3 aí! Apesar da má fama, por essa faixa dd preço pode se achar modelos com abs, controle de estabilidade, computador de bordo, vidros e travas elétricas, direção elétrica… Falo isso porque comprei em 2014 nessa faixa de preço, e não me deu muita dor de cabeça com mecânico… Abraço

  2. Gabriel Guimarães

    Só carroça! Agora entendi porque uma pessoa que nunca vi nada me abordou na rua e me ofereceu R$10mil no meu Astra “belga” 1995… claro que recusei… kkkkk

  3. Vander Souza Abreu

    Só reprovado no teste de colisão (LatinNcap)! Por isso essas porcarias são vendidas aqui, na Europa e EUA a segurança aos passageiros é priorizada!

  4. oi eu tenho um corsa wind 1999 M 2000 vale a pena continuar com ele ou vender e compra um modelo mais novo?