Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Presente enrolado

Por Redação 21 ago 2012, 11h27

Por Péricles Malheiros

27 051km

O editor Péricles Malheiros passou um susto com o Versa: “Depois de rodar uns 10 minutos, fui parar num sinal vermelho e, ao pisar no freio, senti o pedal mais resistente. Estava devagar, mas por pouco não bati no carro da frente. Parado, notei que o tapete estava enrolado atrás dos pedais”. Em outras ocasiões, os pequenos cravos do verso do tapete se mostraram insuficientes para impedir a movimentação da peça, mas essa foi a primeira vez que ele colocou a segurança em risco. E a última. Após uma cotação na rede autorizada Nissan, optamos pelo tapete que faz parte da linha de acessórios originais, pelo qual pagamos 78 reais na concessionária paulistana A.R. Motors. Com furação compatível com as travas plásticas encravadas no carpete do assoalho, o novo tapete se mantém na posição correta.

Além dos tapetes, o Versa ganhou um novo manual do proprietário da concessionária que nos vendeu o Versa, a Kin, de São Paulo, para substituir o anterior, que se “autodestruiu”. Da solicitação à entrega, foram mais de dois meses.

Encerramos o mês passado reportando o sumiço do filtro de cabine. Demos falta do componente ao conferir o trabalho da concessionária Fuji, onde foi feita a revisão dos 20 000 km. Alegando que o ar-condicionado estava exalando um cheiro forte, solicitamos à autorizada uma verificação do sistema. A consultora pediu que levássemos o carro, mas adiantou que seria necessária uma higienização, ao custo de 120 reais. Fizemos o combinado e, após um dia de serviço, retiramos nosso Versa. “Como a revisão foi feita aqui, concedemos uma cortesia. Fizemos a higienização dos dutos do ar-condicionado e substituímos o filtro de cabine”, disse a consultora da Fuji. Dessa vez, o filtro de fato estava no lugar, mas, diferentemente do que informou a consultora, ele não foi substituído, apenas colocado. A informação é que foi filtrada…

Continua após a publicidade

Consumo

No mês (43,2% na cidade): Etanol – 8,7 km/l

Desde jan/12 (24,7% na cidade): Etanol – 9,3 km/l

Puxando o tapete: ao se enrolar por trás dos pedais, ele ganhou a aposentadoria

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade