Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Longa Duração: tudo o que vem nos incomodando no Jeep Compass 1.3

Entre barulhos e falhas, motoristas que se revezam na direção do Jeep Compass apontam o que não está normal no carro às vésperas da segunda revisão

Por Henrique Rodriguez 14 abr 2022, 07h56

É após a frenagem, depois que a frente afunda e está voltando à posição original, que se manifesta um dos barulhos mais incômodos do nosso Jeep Compass. É um som agudo que vem sendo relatado por todos os motoristas.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

“Também já ouvi esse barulho no Jeep Renegade”, lembra o repórter Guilherme Fontana, que ainda anotou no diário de bordo que percebeu os pneus mais barulhentos nas desacelerações.

Fato é que, com as chuvas do fim do verão, se faz necessário ter um controle maior da pressão no pedal do acelerador. A entrega de força pode ser tão imediata quando o motor “acorda”, que faz os pneus destracionarem com facilidade no asfalto molhado ou em rampas diagonais.

Compass Longa Duração
Se pisar forte, as rodas patinam Henrique Rodriguez/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

É um incômodo relativamente bom, mas o motor não está incólume. “Esse 1.3 turbo pareceu engasgar ou falhar durante uma subida, quando estava a 60 km/h”, relatou Guilherme.

Também há momentos em que o motor demora a responder e em locais pouco íngremes vem acontecendo de o start-stop não religar o motor rapidamente nas saídas e o Compass descer antes de começar a acelerar.

Melhor não confiar muito nas percepções do carro, pelo menos por enquanto. “Os sensores de estacionamento parecem estar desregulados, emitem o alerta de objetos ou obstáculos quando eles ainda estão muito longe”, conta a repórter Isadora Carvalho.

Compartilhe essa matéria via:

São todos pontos que serão relatados na segunda revisão, aos 24.000 km ou pouco antes disso. Porque o consumo de óleo do motor é o que mais nos preocupa e, embora o pouco que restava no cárter continue resistindo bravamente, gera insegurança em viagens.

Jeep Compass – 22.964 km

Ficha técnica:
Versão: Longitude 80 anos 1.3 Turbo
Motor: 4 cil., diant., transversal, 1.332 cm3, 16V, turbo, injeção direta, 185/180 cv a 5.750 rpm, 27,5 kgfm
a 1.750 rpm
Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira
Seguro: R$ 1.740 (Perfil Quatro Rodas)
Revisões: Até 96.000 km – R$ 5.819
Gasto no mês: Combustível: R$ 1.109
Consumo: No mês: 10,8 km/l com 50,9% de rodagem na cidade
Desde agosto/21: 9,8 km/l com 29,4% de rodagem na cidade
Combustível: Flex (gasolina)

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês