Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Honda WR-V EXL: um pouco além dos músculos

O Honda WR-V tem muito de CrossFit e pouco de SUV, mas nosso teste mostra que é bem diferente (e melhor de dirigir) do que o Fit

Por Vitor Matsubara Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
3 Maio 2017, 18h24
O WR-V é caro: seu preço começa em R$ 79.400
O WR-V é caro: seu preço começa em R$ 79.400 (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Vamos ser honestos: o WR-V é uma versão aventureira do Fit. Só não diga isso perto dos japoneses: eles insistem em dizer o contrário, a ponto de chamá-lo de SUV compacto. Mas, agora que fizemos o teste completo, podemos dizer que, se o visual sugere apenas um Fit com esteróides, todo o resto diz que não.

Por trás da tentativa de aproveitar o sucesso dos SUVs está uma fórmula evoluída do antigo Fit Twist. Sobram acessórios como as molduras pretas nos para-lamas e os apliques imitando proteções de aço.

Mas o WR-V traz alterações profundas no design. A dianteira ganhou faróis maiores (com leds), grade exclusiva, novos para-choques e capô mais encorpado. As lanternas invadem a tampa do porta-malas e a placa está mais baixa.

Lanternas invadindo a tampa são exclusivas
Lanternas invadindo a tampa são exclusivas (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Por dentro, apenas um novo revestimento bicolor nas portas e bancos – preto e laranja se a cor externa for vermelha, preto e prata nas demais opções.

Felizmente, também há boas diferenças ao volante. Recalibrada, a suspensão absorve melhor as irregularidades do piso, principalmente para quem viaja no banco traseiro – algo que o Fit nunca fez bem.

Continua após a publicidade

O vão livre de 20,7 cm facilita a transposição de pequenos obstáculos. Embora a altura para o solo tenha aumentado 3,9 cm (1,7 cm dos pneus e 2,2 cm da suspensão), ele é bem estável e a carroceria não rola nas curvas. Mérito das mudanças feitas, que incluem reforços nos amortecedores e barra estabilizadora.

Não adianta procurar diferenças entre Fit e WR-V no painel - não há
Não adianta procurar diferenças entre Fit e WR-V no painel – não há (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Como tem o mesmo conjunto do Fit (1.5 de 116 cv), o câmbio CVT continua incomodando os ouvidos nas acelerações plenas. Aliás, ao acelerar ele é ligeiramente pior do que Fit, como mostrou o teste de pista: 0 a 100 km/h em 12,2s (1 s mais lento que o Fit) e consumo em cidade/estrada de 12,2/14,8 km/l (contra 12,5/15,4).

Faz sentido, já que o WR-V ficou 29 kg mais pesado e tem pneus 10 mm mais largos.

Porém, nenhum hatch oferece a mesma versatilidade e equipamentos, e a Chevrolet Spin Activ atende famílias que precisam mais de espaço do que um aventureiro. Já a maioria dos SUVs se aproxima mais do seu irmão HR-V pelo preço na faixa dos R$ 85.000 a R$ 100.000 – os defasados EcoSport e Duster são as exceções.

O laranja nos bancos só vem se o carro for vermelho
O laranja nos bancos só vem se o carro for vermelho (Leo Sposito/Quatro Rodas)

Para evitar conflito dentro de casa (ele fica entre as versões caras do Fit e as baratas do HR-V), só duas opções serão vendidas. O EX (por caros R$ 79.400) tem quatro airbags, câmera de ré e piloto automático, sempre CVT.

Já a EXL (R$ 83.400) acrescenta airbags de cortina e central multimídia com tela de 7 polegadas e GPS. Mas decepção mesmo é saber que nenhum deles traz controles de estabilidade e tração, nem ar-condicionado digital.

No lançamento, a Honda afirmou projetar vender quase 1.900 WR-V por mês. A projeção foi certeira: em abril, no primeiro mês cheio de vendas, foram registrados 1.853 emplacamentos, superando o irmão Fit (1.846), que já teve suas vendas aparentemente canibalizadas – ao longo de 2016, sua média mensal havia sifo de 2.370 unidades.

Veredicto

Longe de ser um SUV, o WR-V agrada por preservar as qualidades e entregar dirigibilidade superior ao Fit.

Teste de pista (com gasolina)

  • Aceleração de 0 a 100 km/h: 12,2 s
  • Aceleração de 0 a 1.000 m: 33,7 s
  • Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 6 s
  • Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 6,7 s
  • Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 8,8 s
  • Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0: 17 / 29,4 / 68,2 m
  • Consumo urbano: 12,2 km/l
  • Consumo rodoviário: 14,8 km/l

Ficha técnica – Honda WR-V EXL

  • Preço: R$ 83.400
  • Motor: flex, diant., transv., 4 cil., 1.497 cm3, 16V, 116/115 cv a 6.000 rpm, 15,3/15,2 mkgf  a 4.800 rpm
  • Câmbio: aut. CVT, tração dianteira
  • Suspensão: McPherson(diant.)/ eixo de torção (tras.)
  • Freios: disco ventilado (diant.) / tambor (tras.).
  • Direção: elétrica
  • Rodas e pneus: liga leve, 195/60 R16
  • Dimensões: compr., 400 cm; altura, 160 cm; largura, 173 cm; entre-eixos, 255 cm; peso, 1.130 kg; tanque, 45 l; porta-malas, 363 l
  • Equipamentos de série: 6 airbags, central multimídia, piloto automático, navegador GPS
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.