Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fim do tremor matinal

Por Redação 11 dez 2012, 11h18

Por Péricles Malheiros

29 759 km

Rede Renault reconquista nossa confiança ao resolver problemas antigos do Duster.

No mês passado, contamos como o nosso Duster de Longa Duração mostrava-se preguiçoso ao acordar em dias frios. Com frequência cada vez maior, os motoristas que se revezam ao volante do SUV urbano reportavam as oscilações da marcha lenta logo após ser dada a partida pela manhã, em seguida a uma noite fria. “Se insistir em acelerar para sair rodando, o incômodo é ainda maior. O motor quase morre a todo momento”, diz Marco de Bari, repórter fotográfico sênior. Conforme adiantamos, fizemos uma visita não programada, aos 27 745 km, a fim de pedir uma verificação desse e de outros males classificados pela própria rede, até então, como “característica do produto”.

Após um dia na Itavema de Guarulhos (SP), o consultor técnico liberou o veículo. “Substituímos a mangueira de alta pressão da direção hidráulica. Em situações específicas, ela vibrava, passando para a cabine a impressão de trepidação das rodas”, afirmou ele. O banco do passageiro dianteiro teve os parafusos reapertados e também deixou de fazer barulho. Para ser perfeito, o serviço poderia ter resolvido o problema mais grave: a oscilação da marcha-lenta. Para nossa surpresa, contudo, o consultor classificou a tremedeira matinal como normal: “É assim mesmo. Mas, se ele fica bom depois que esquenta, melhor nem mexer. Vai que piora”.

Aos 29 736 km, pausa para a revisão dos 30 000 km. Nada complicado, apenas o básico: troca de óleo e filtros (de ar, combustível, óleo e cabine). Solicitamos ainda alinhamento, balanceamento e rodízio de rodas. A conta ficou em 528 reais – 418 reais da revisão em si (conforme sugerido no site da Renault) e 110 reais dos serviços extras. Pedimos uma nova verificação da marcha lenta na fase fria do motor e… voilà! A autorizada Armando fez (em cortesia) uma limpeza do corpo de borboleta e a tremedeira do Duster sumiu. Simples assim: bastou um mínimo de boa vontade e conhecimento de causa.

Continua após a publicidade

CONSUMO

No mês (31,4% na cidade): Etanol – 7,5 km/l

Desde abril/12 (35,9% na cidade): Etanol – 7,3 km/l

PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS

24 962 km – Banco do passageiro com jogo

Hodômetro indica o momento da terceira revisão.

Continua após a publicidade

Publicidade