Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Dirigimos a nova Chevrolet Silverado ZR2, uma picape com V8 do Corvette

Mais do que uma picape família, a Silverado ZR2, é uma transformação do segundo modelo mais vendido nos EUA em uma espécie de superesportivo off-road

Por Joaquim Oliveira / Press-Inform
19 mar 2023, 15h15

Há seis décadas, a letra Z identifica as versões mais bravas dos veículos da Chevrolet. Ela sinaliza que estamos diante de um carro potente, com design agressivo e mais equipado que seus pares na linha. Com a Silverado ZR2 não é diferente. Apesar da caçamba, o que ela carrega mesmo é força e capacidade off-road, para encarar gigantes (no porte e nas habilidades) como Ford F-150 Raptor e Ram 1500 TRX.

Para enfrentar essa poderosa concorrência (caso você não se lembre, a Ram TRX tem 711 cv!), a Silverado ZR2 vem com o mesmo motor V8 6.2 do superesportivo Corvette. Ele rende 420 cv e 63,6 kgfm, e faz com que o colosso de 2,6 toneladas vença qualquer subida, por mais íngreme e acidentada que seja. E também faz a picape chegar a 96 km/h em apenas 5,7 segundos.

A dianteira ganhou visual próprio, mais parrudo do que o das demais versões da Silverado. Tudo para reforçar seus dotes fora de estrada – e para justificar o preço básico de US$ 71.000 nos EUA (R$ 370.000). O formato do para-choque frontal permitiu aumento do ângulo de ataque para 31,8 graus (maior que o das concorrentes). O ângulo de saída é de 23,3 graus.

Silverado ZR2
O ângulo de saída da picape é de 23,3 graus. O de entrada é 31,8 graus. E a distância do solo mede 28 cm (Divulgação/Quatro Rodas)

Uma câmera exibe tudo o que se passa sob a ZR2. E, falando sobre as profundezas da picape, a parte inferior recebeu um conjunto de protetores para evitar danos que poderiam resultar de contato com rochas salientes ou outros obstáculos. Isso para casos em que os 28 cm de altura do solo não sejam suficientes. A frente muito alta e longa poderia criar dificuldades de visibilidade, mas sensores e câmeras nas extremidades resolvem essa questão.

No que diz respeito à tração e à suspensão, possivelmente apenas clientes como o francês Stéphane Peterhansel, recordista de vitórias no rali Dakar, poderão achar que essa Silverado não tem tudo o que precisa para passar por cima de qualquer obstáculo. De acordo com o engenheiro-chefe da GM, Dom Lester, “a Chevrolet levou um protótipo da ZR2 para algumas das mais difíceis trilhas do mundo”. O que inclui o deserto de Moab, no estado americano de Utah.

Silverado ZR2
Tela de instrumentos mede 12,3”, enquanto a da central multimídia tem 13,4” e sistema operacional Google Assistant (Divulgação/Quatro Rodas)

 

A longa lista de atributos inclui amortecedores variáveis DSSV (Dynamic Suspensions Spool Valve), da marca Multimatic, e pneus para todo terreno 275/70 R18. O curso de suspensão foi ampliado, e é possível escolher entre diferentes programas de condução, caso do Terrain Mode (para trechos mais travados) e Off-Road (para percursos mais rápidos).

Continua após a publicidade

A Multimatic estreou a tecnologia DSSV dos amortecedores em corridas no início dos anos 2000. A ideia era simples: substituir o pistão tradicional e os calços por um par de válvulas de carretel (que há décadas eram usadas para controle de fluido em dispositivos hidráulicos, mas nunca em amortecedores).

Silverado ZR2
ZR2 acelera de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e atinge 170 km/h de velocidade (Divulgação/Quatro Rodas)

 

Nesse sistema, para cada válvula de carretel há uma válvula de mola que abre e fecha com taxas variáveis, dependendo da velocidade do eixo do amortecedor. Os orifícios na válvula podem ser ajustados, permitindo que os amortecedores se tornem mais firmes ou mais macios. Sob pressão leve (em estrada), são suaves e complacentes. Em carga pesada (grandes solavancos fora de estrada), têm resposta mais firme.

Compartilhe essa matéria via:

Várias equipes de competição se beneficiaram dessa solução, entre elas a Red Bull, que conquistou quatro títulos consecutivos de Fórmula 1 (2010-2013). Até surgir na Silverado ZR2, o sistema equipou carros de produção em série como Camaro Z/28, Aston Martin One-77 e Vulcan, Mercedes AMG-GT, Ford GT e Colorado ZR2.

Silverado ZR2 b
Tampa da caçamba tem um extensor (Divulgação/Quatro Rodas)

 

O bloqueio eletrônico dos diferenciais dianteiro e traseiro e o câmbio automático de dez marchas com redução também dão um grande auxílio para que a ZR2 continue trilhando seu caminho, por pior que seja. A velocidade máxima está limitada a 170 km/h, em parte porque os pneus off-road, o eixo traseiro rígido e o feixe de molas tendem a deixar a parte posterior da picape saltitante em condução rápida no asfalto. Sobre pavimentação ruim, a picape é dura.

Continua após a publicidade

Silverado ZR2 c
A rodas são aro 18. Escapamento traz componentes de aço inox da marca Borla. Amortecedores usam tecnologia da F1 (Divulgação/Quatro Rodas)

 

De elogiar, a excelente resposta do pedal de freio – com forte mordida inicial e fácil de modular – e a direção precisa, para uma picape. Se o caminho for plano e de terra, é possível desligar o controle de estabilidade para anular as investidas eletrônicas que mantêm a picape sob estrito domínio. Mas, para isso, é preciso apertar por cinco segundos o botão do sistema. É um tempo adicional que a ZR2 dá ao motorista, para que ele reflita bem antes de tomar tal atitude.

dv

Se ainda assim a ideia for optar pela emoção em vez da razão, prepare-se, porque a partir daquele instante a traseira ganha vida própria, e talvez não se contente mais em ficar naquela vidinha obediente seguindo a dianteira. Ao menos, se tudo der errado, alguém sensato na GM decidiu que, sem o cinto de segurança afivelado, o seletor do câmbio nem sai da posição “P”.

Continua após a publicidade
Silverado ZR2
(Divulgação/Quatro Rodas)

Muitas vezes o interior da Silverado foi criticado por ser inferior ao das concorrentes. Mas as coisas mudaram. A tela central tátil de 13,4” é nova, tal como a instrumentação configurável de 12,3”. O software mais intuitivo conta com o Google Assistant (que podemos chamar por meio da saudação “Hey, Google”). Ele dá acesso ao Google Maps, Google Play etc. Há ainda conectividade com Apple CarPlay e Android Auto sem fio. A picape dispõe também de head-up display e retrovisor interno com imagem digital.

dv
V8 gera 420 cv de potência (Divulgação/Quatro Rodas)

 

O console central ficou mais funcional e inclui alavanca de câmbio eletrônica, que desceu da coluna de direção. Mas na prática a alavanca não é muito agradável de usar. O revestimento de bancos em couro mescla a exclusiva combinação de preto e cinza. O espaço na cabine dupla é amplo para cinco ocupantes, em parte fruto do longo entre-eixos de 3,74 metros, para que todos possam desfrutar comodamente de um passeio pelo campo ou até pela cidade, de onde muitos americanos não chegam sequer a sair com as suas adoradas picapes. A Chevrolet irá trazer a Silverado para o Brasil este ano, mas a ZR2 não está nos planos da marca, por ser um modelo de nicho.

Veredicto – A Silverado ZR2 foi desenvolvida para quem quer uma picape com esportividade proporcional às suas dimensões.

Ficha Técnica – Chevrolet Silverado ZR2

Preço: US$ 71.000
Motor: gas., diant., long., V8, 6.162 cm3, 420 cv a 5.600 rpm, 63,6 kgfm a 4.100 rpm
Câmbio: aut., 10 m., tração 4×4
Direção: elétrica
Freios: disco ventilado
Suspensão: duplo A (diant.) e eixo rígido com feixe de molas (tras.)
Pneus: 275/70 R18
Dimensões: comprimento, 591,2 cm; largura, 206,2 cm; altura, 199,8 cm; entre-eixos, 374,7 cm; peso, 2.603 kg; caçamba, 1.781 l; capacidade de carga, 605 kg; de reboque, 4.037 kg; tanque, 109 l
Desempenho*: 0 a 100 km/h, 5,7 s; velocidade máxima, limitada a 170 km/h; consumo (misto), 6,4 km/l

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.