Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Chevrolet Silverado, Ram 1500 ou Ford F-150: qual é a melhor picape V8?

As três picapes grandes e V8 foram alinhadas neste comparativo. Todas tem suas virtudes e qualidades, mas qual leva a melhor?

Por Isadora Carvalho Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 14 fev 2024, 09h38 - Publicado em 8 jan 2024, 14h12

Iniciamos o ano de 2024 com um dos embates mais esperados dos últimos tempos: o das picapes grandes. A expectativa era grande, pois o segmento que era composto apenas pela Ram 1500 ganhou força com a chegada da Ford F-150 em abril, o modelo mais vendido nos EUA. Porém, faltava a Chevrolet Silverado, que também está entre as mais icônicas do planeta. A Chevrolet chegou em dezembro de 2023 e não perdemos tempo: alinhamos as três na pista de testes. 

A Ram 1500 foi lançada no Brasil há exatos três anos, em dezembro de 2020, quando não existiam rivais diretas e exatamente por isso acumulava fila de espera de mais de um ano. Estreou com versão única, a Rebel, equipada com motor V8 5.7, que rende até 400 cv de potência e 56,7 kgfm de torque, combinado com o câmbio automático de oito marchas. Em meados de maio de 2023 ganhou a companhia da versão Limited, mais luxuosa e equipada. A Limited, claramente, surgiu para medir forças com a F-150 e Silverado, que àquela altura já era aguardada pelo mercado. 

Ram 1500 Rebel
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

A 1500 que você confere nas fotos é a Rebel, pois a Stellantis não tinha disponível a versão topo de linha para teste. Mas para o comparativo vamos nos basear na Limited, que traz o mesmo conjunto mecânico, mas se diferencia na grade dianteira, em detalhes cromados e acrescenta a suspensão pneumática e rodas aro 22. 

A Ram é a segunda mais potente do trio e apenas 5 cv a separam da F-150, que traz motor Coyote V8 5.0. Este rende 405 cv e 56,7 kgfm, tornando a F-150 a picape mais potente do Brasil. Essa motorização é casada com um câmbio automático de dez marchas, que é o mesmo que equipa a Chevrolet Silverado (obviamente com os ajustes necessários para cada aplicação). Ela foi criada pela GM em parceria com a ZF, e aproveitada pela Ford no Mustang e na própria F-150. 

Ford F-150

A motorização escolhida para Silverado é também V8, mas 5.4. É a menos potente tanto do trio quanto da linha nos EUA, com 360 cv e 53 kgfm. A Chevrolet tinha a opção de trazer o V8 6.2 (426 cv e 63,6 kgfm) que equipa versões mais caras, mas preferiu ser mais comedida na estreia da picape. 

Continua após a publicidade

Essa decisão tornou a Chevrolet a mais lenta em nossos testes. A aceleração de 0 a 100 km/h foi cumprida em 8,6 segundos – 1 segundo mais lenta que as concorrentes. A F-150 cravou em 7,5 segundos, enquanto a 1500 em 7,6 segundos. Em todas as retomadas a diferença foi de quase 1 segundo em relação à F-150 e de cerca de 0,5 segundo na comparação com a Ram. Pode parecer pouco, mas, no dia a dia, é possível sentir essa diferença de desempenho entre as picapes.

Em relação ao consumo, estamos falando de versões equipadas com motores V8 e pesando mais de 2.500 quilos, portanto não se espera médias surpreendentes. A F-150 foi a mais econômica, com 6,4 km/l e 9,3 km/l (cidade/estrada); já a Silverado ficou logo atrás, 6,1 km/l e 8,9 km/l, respectivamente, e a Ram 1500 cravou 5,3 km/l e 8,2 km/l (o fato de ser até 105 kg mais pesada que as outras contribuiu). 

Chevrolet Silverado
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

Os números relativamente bons da Silverado em consumo podem ser atribuídos à tecnologia DFM (Dynamic Fuel Management), que desativa os cilindros do motor conforme a necessidade. 1500 e F-150 também têm o recurso de desativação, mas com apenas dois padrões de funcionamento (quatro ou oito), enquanto o sistema da Silverado, de acordo com a fábrica, é capaz de realizar 80 cálculos por segundo, contando com 17 combinações possíveis de ativação dos cilindros, de modo a permitir que a picape rode 60% do tempo sem a necessidade de usar os oito cilindros simultaneamente.

Comportamento dinâmico 

Ao ligar a ignição, a Silverado ganha destaque por ter a cabine menos ruidosa, cravando 36,1 dBA no nosso teste de ruído em ponto morto – enquanto F-150 e 1500 emitem 37,1 dBA e 37,3 dBA, respectivamente. É nítido que o motor da Chevrolet trabalha mais silencioso. Chama a atenção o silêncio na cabine promovido pela combinação de um bom isolamento acústico com um motor menos ruidoso (que funciona boa parte do tempo com menos cilindros ativos), mas esse estado zen só é alcançado em pavimentos bem conservados.

Chevrolet Silverado
(Divulgação/Chevrolet)

Ao entrar em uma estrada de terra ou com asfalto esburacado, o barulho e a vibração dos dois grandes retrovisores da Silverado acabam com a tranquilidade. E mesmo em pisos sem irregularidades o ruído aerodinâmico surge em função da velocidade. A 120 km/h medimos 72,9 dBA na Silverado, contra 68,3 dBA na Ram, e 66,7 dBA na F-150. 

Continua após a publicidade

Já o comportamento dinâmico foi muito próximo entre as três exatamente por terem portes muito parecidos. Quem ganha com o maior comprimento e altura (592 cm/197,2 cm) é a Ram 1500, mas isso não é necessariamente um ponto positivo, pois a torna menos versátil.

Ram 1500 Limited
Dianteira da 1500 Limited é exclusiva, com faróis estreitos e grade estilosa (Divulgação/Ram)

Porém, a 1500 Limited traz a suspensão a ar e ela trabalha a favor da picape, podendo aumentar (até 26,2 cm) ou reduzir (até 21,1 cm) a altura livre do solo. Ela privilegia o conforto e não passa nem para o condutor nem para os ocupantes as imperfeições do piso – que poderiam estar mais evidentes com os pneus de perfil baixo escolhidos para a Limited (285/45) de uso misto montados em rodas aro 22 – enquanto as rivais são equipadas com rodas aro 20 calçadas com pneus de perfil mais alto: 275/60 também de uso misto. 

F-150

Pacotes off-road 

Por mais que a Ram tenha duas alturas da suspensão dedicadas ao uso off-road e ostente os melhores ângulo de saída (25,3o) e vão livre do solo (até 26,2 cm), são as rivais que trazem pacotes off-road. A F-150 inclui o pacote FX4, que traz amortecedores traseiros mais robustos, protetor de cárter reforçado e bloqueio do diferencial traseiro, enquanto a Silverado traz amortecedores da marca Rancho, preparados para situações severas do off-road e proteção extra sob o assoalho para motor e transmissão. 

Chevrolet Silverado
(Divulgação/Chevrolet)

Espaço interno não é um problema nesse segmento, afinal a que tem o menor entre-eixos (Ram 1500) oferece 367 cm – 10 cm a mais que o comprimento total de um Fiat Mobi. Para os passageiros traseiros, o que vai mudar é que a F-150 oferece o melhor espaço para ombros, enquanto a 1500 o melhor para as pernas e a Silverado o espaço mais generoso para a cabeça. 

Continua após a publicidade
Ram 1500
Ram 1500 é a que tem menor entre-eixos e maior espaço para pernas (Fernando Pires/Quatro Rodas)
F-150
F-150 traz mais espaço para os ombros (Fernando Pires/Quatro Rodas)
silverado
Silverado traz o espaço mais generoso pra cabeça (Fernando Pires/Quatro Rodas)

O acabamento é esmerado e usa materiais de alta qualidade nas três picapes. A diferença é que enquanto Ram e Silverado usam couro, a F-150 opta por um revestimento sintético, mas tanto na Ford quanto na Chevrolet há apliques de madeira legítima e a Ram Limited opta por detalhes que imitam aço escovado e costuras aparentes – nas fotos, a Rebel também traz detalhes de madeira de verdade, mas lembramos que não é essa a versão considerada neste comparativo. 

F-150 Platinum
Acabamento da F-150 emprega madeira e o estilo é sóbrio (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Conectividade a bordo tem para todos os gostos: tela da central multimídia vertical de 12” na Ram, horizontal de 12” na F-150 e horizontal de 13,4” na Silverado – todas com operação intuitiva, acesso ergonômico e pareamento sem fio com smartphones.

Ram 1500
Ram é a única com central multimídia na vertical (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A Silverado leva vantagem nesse quesito por trazer o sistema operacional Google built-in, que permite baixar aplicativos nativos, como Waze e Spotify, e livrando o usuário da dependência do celular. Além disso, esse sistema pode se conectar a um assistente virtual doméstico, permitindo ao motorista enviar comandos como, ao chegar em casa, ordenar a abertura da garagem.

Chevrolet Silverado
Acabamento tem materiais nobres, assim como nas rivais e multimídia é a mais moderna (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Todas as picapes têm quadros de instrumentos digitais, que também contribuem para a vida a bordo, além de deixar o ambiente mais tecnológico e sofisticado. 

Compartilhe essa matéria via:

No quesito capacidade de carga quem leva a melhor é a Silverado, porém é sabido que o público-alvo dessa picape não tem esse recurso como prioridade. Ela carrega até 716 kg, enquanto a F-150 carrega 681 kg e a Ram 1500 Limited transporta até 528 kg. 

Continua após a publicidade
Chevrolet Silverado
A capacidade de carga e de reboque da Chevrolet é a maior das três (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Diferença mais relevante, que ganha pontos com o comprador em potencial, surge nas facilidades de uso das caçambas. A Ram, por exemplo, tem tampa manual, mas com amortecedores e pode abrir tanto na vertical (para baixo), quanto na horizontal (para os lados). Além disso, há dois compartimentos laterais de 107 litros cada um para levar objetos menores e um degrau (que fica recolhido sob o para-choque quando não está sendo usado) para facilitar o acesso.

Ram 1500
A capacidade de carga da Ram é a menor. Mas há dois compartimentos laterais com 107 litros em cada um (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Já a F-150 além de oferecer a tampa elétrica, que pode ser aberta e fechada por telecomando da chave, oferece um degrau que fica embutido na própria tampa e um bastão de apoio.

Escada e bastão retráteis auxiliam no acesso à caçamba
Escada e bastão retráteis auxiliam no acesso à caçamba da F-150 (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A Silverado traz degraus fixos (nos cantos do para-choque) e também conta com o estribo elétrico (presente nas outras duas), que pode se movimentar paralelamente à carroceria para facilitar o acesso à caçamba. 

Muitos dos compradores dessas picapes grandes são usuários e fãs desse tipo de veículo, tendo predileção por determinadas marcas – ao contrário de nossos comparativos objetivos. Mesmo em uma análise fria, a disputa entre as três é bem equilibrada, como se vê aqui. Pensando em desempenho, a F-150 leva a melhor, assim como no consumo. E, sendo dona do maior tanque de combustível (136 litros), a Ford consegue a maior autonomia (1.265 km). É dela também a melhor versatilidade porque tem bom comportamento dinâmico na cidade e modos de condução exclusivos (Escorregadio, Lama/Terra, Areia e Rock Crawl). 

F-150
Quadro de instrumentos se transforma conforme o modo de condução escolhido (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A Ram 1500 Limited com a suspensão a ar torna-se a mais adequada para a rodagem urbana. Já a Silverado traz um pacote off-road que a credencia a enfrentar melhor as estradas sem pavimentação.

Continua após a publicidade

O conteúdo das três é de encher os olhos. Todas têm tecnologias autônomas como piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa e sensor de ponto cego, além de som premium assinado, estribo elétrico e teto solar – panorâmico só para F-150 e Ram 1500. 

No que diz respeito aos preços, a F-150 Platinum aumentou de valor nos últimos meses e custa o mesmo que a Silverado: R$ 519.990. Mesmo sendo esse um valor elevado, na comparação com as picapes médias e mesmo alguns SUVs grandes; a Ram 1500 Limited é ainda mais cara, custando R$ 535.990. 

comparativo f-150
(Arte/Quatro Rodas)

 

A Ford F-150 ganha o comparativo pelo conjunto, com melhores desempenho, consumo e versatilidade. A Silverado, que traz vantagem em conectividade e capacidade de carga, fica em segundo lugar. E a Ram 1500 Limited termina em terceiro.

Veredicto Quatro Rodas

A F-150 ganha por ter o melhor desempenho, consumo e ser a mais versátil das três. A Silverado merece o segundo lugar por trazer a multimídia mais moderna e melhor capacidade de carga, mas peca no silêncio da cabine no off-road. a 1500 limited traz até suspensão a ar, mas não tem pacote off-road e carrega menos peso e volume que as concorrentes.

Ficha técnica – Ford F-150 Platinum

Motor: gas., diant., longit., V8, 5.038 cm3, 32V, 405 cv a 6.000 rpm, 56,7 kgfm a 4.250 rpm
Câmbio: automático, 10 marchas, tração 4×4
Direção: elétrica, 14,6 m (diâmetro de giro)
Suspensão: duplo A (diant.), eixo rígido com feixe de molas (tras.)
Freios: disco ventilado (diant. e tras.)
Pneus: 275/60 R20
Dimensões: comprimento, 588,4 cm; largura, 244,3 cm; altura, 192,6 cm; entre-eixos, 369,4 cm; caçamba, 1.370 l; carga útil, 681 kg; reboque, 3.515 kg; tanque, 136 litros; ângulos de ataque, 25,1; ângulo de saída, 22,6; altura livre do solo, 24,9 cm

Ficha técnica – Chevrolet Silverado

Motor: gas, diant., long., V8, 32V, 5.328 cm3, injeção direta, 360 cv a 5.300 rpm, 52,9 kgfm a 4.100 rpm
Câmbio: automático, 10 marchas, tração 4×4
Direção: elétrica, 16 m (diâmetro de giro)
Suspensão: McPherson (diant.), eixo rígido (tras.)
Freios: disco ventilado (diant. e tras.)
Pneus: 275/60 R20
Dimensões: comprimento, 591,5 cm; largura, 206,3 cm; altura, 194,5 cm; entre-eixos, 374,5 cm; caçamba, 1.781 l, capacidade de carga, 716 kg; reboque, 4.128 kg; tanque: 91 litros; ângulos de ataque, 24,8; ângulo de saída, 21,6; altura livre do solo, 24,3 cm

Ficha técnica – Ram 1500 Limited

Motor: gas., diant., long., V8, 5.654 cm3, 16V, 400 cv a 5.600 rpm, 56,7 kgfm a 3.950 rpm
Câmbio: automático, 8 marchas, tração 4×4
Direção: elétrica, 14 m (diâmetro de giro)
Suspensão: pneumática; duplo A (diant.), eixo rígido five-link (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.), sólido (tras.)
Pneus: 285/45 R22
Dimensões: comprimento, 592 cm; largura, 208,5 cm; altura, 197,2 cm; entre-eixos, 367 cm; caçamba, 1.200 l; capac. de carga, 528 kg; reboque, 3.647 kg; tanque, 98 litros; ângulos de ataque, 24,3; ângulo de saída, 25,3; altura livre do solo, 26,2 cm

TESTE QUATRO RODAS 

Teste (gasolina) Ford F-150  Chevrolet Silverado Ram 1500
Aceleração
0 a 100 km/h: 7,5 s 8,6 s 7,6 s
0 a 1.000 m: 27,9 s – 182,8 km/h 29,2 s – 180,1 km/h 28,6 s – 171,4 km/h
Velocidade máxima: 180 km/h 180 km/h 174 km/h
Retomadas (D)
40 a 80 km/h: 3,5 s 4,2 s 3,4 s
60 a 100 km/h: 3,8 s 4,9 s 4 s
80 a 120 km/h: 4,5 s 5,5 s 5 s
Frenagens
60/80/120 km/h – 0 m: 16,5/18,3/67,7 m 16,1/18,3/67,6 m 15,3/27,2/60,4 m
Consumo
Urbano: 6,4 km/l 6,1 km/l 5,3 km/l
Rodoviário: 9,3 km/l 8,9 km/l 8,2 km/l
Ruído interno
Neutro/RPM máx.: 37,1/65,6 dBa 36,1/ 72,4 dBa 37,3/ – dBa
80/120 km/h 58,7/66,7 dBa 58,8/72,9 dBa 59/68,3 dBa
Aferição
Velocidade real a 100 km/h 99 km/h 97 km/h 98 km/h
Rotação do motora 100 km/h em 5a marcha 1.400 rpm 1.250 rpm 1.750 rpm
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.