Clique e assine por apenas 8,90/mês

Audi A3 sob a luz da nova lei de faróis e DRL

A lei que obriga os carros a circularem com luzes acesas durante o dia já está valendo e atingiu em cheio o nosso A3, o único de atual frota de Longa com DRL

Por Péricles Malheiros - Atualizado em 23 nov 2016, 21h39 - Publicado em 15 set 2016, 16h05
Longa Duração - Audi A3
Interpretação da nova lei de faróis baixos e DRL em estradas e túneis é ambígua Marco de Bari/Quatro Rodas

A lei chegou polêmica, no início de julho: num primeiro momento, todos os carros deveriam circular nas rodovias, durante o dia, com os faróis baixos ligados. Apenas na véspera da entrada em vigor da lei é que o DRL (daytime running lamp) foi anunciado pelas autoridades como alternativa aceita à luz baixa.

O DRL é um dispositivo de iluminação diurno presente, sobretudo, em modelos mais modernos e que tem como função justamente aquilo que busca a lei: tornar o carro mais visível de dia.

A nova legislação, porém, gera dúvidas a respeito das lâmpadas utilizadas nos DRL. Alguns acreditam que apenas os de leds são aceitos na nova lei. Outros – como as montadoras FIat e Volkswagen – interpretam que as lâmpadas convencionais (de filamento) também são consideradas adequadas.

Longa Duração - Audi A3
A3 é o único da frota de Longa Duração com leds no DRL

Da nossa frota de Longa Duração, apenas o Audi A3 possui o DRL com lâmpadas de led. Nosso Jeep Renegade é equipado com DRL de filamento, enquanto o recém-chegado Nissan Kicks traz outra peculiaridade: as luzes de assinatura de design, que possuem leds mas não são consideradas DRL – e portanto não atendem à nova lei.

Continua após a publicidade

Jeep Renegade
Renegade possui DRL com lâmpadas halógenas no para-choques, entre os faróis principais e os de milha Marco de Bari/Quatro Rodas

Nissan Kicks
No Nissan Kicks, as chamadas luzes de assinatura visual ficam na parte interna dos faróis, próximos ? grade frontal Marco de Bari

A confusão, no entanto, vai além. Acontece que a administração de algumas vias que cortam as cidades acabaram, com o tempo, ficando a cargo da prefeitura justamente pelo processo de urbanização do trecho. Em outras palavras, deixaram de cumprir a função de rodovia e se tornaram vias expressas.

As Marginais Tietê e Pinheiros – esta, onde fica a sede da Editora Abril, em São Paulo – são bons exemplos de estradas que passaram a ter tratamento de avenida. Prefeitura, Polícia Militar e CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de São Paulo anunciaram, inclusive que a circulação diurna sem os faróis baixos estava liberada.

Mas em sua página na internet, o Senado Federal divulgou (erroneamente) o contrário: ela incluiu as duas marginais em uma lista das rodovias em cujo trecho urbano a não utilização dos faróis durante o dia seria alvo de autuações. Na dúvida, muita gente passou a rodar com os faróis ligados.

Esta última indefinição, por sinal, foi a justificativa utilizada pela Justiça Federal para suspender temporariamente a aplicação de multas pela ausência do uso de faróis baixos (e DRL) em estradas até que todas as vias sejam devidamente sinalizadas a respeito.

Continua após a publicidade

Uma vez que os freios ABS e os airbags já são equipamentos obrigatórios, assim como será o controle de estabilidade (ESP), QUATRO RODAS acredita que o melhor a fazer sobre o tema é tornar obrigatório o DRL, assim como o sistema de ativação automática dos faróis, sobretudo nos modelos com painéis do tipo Always On (sempre ligado).

Ambos são eficazes, mas basta uma desatenção do motorista durante o período de transição da tarde para noite para esquecer de ligar os faróis e acabar rodando com o automóvel sem iluminação – traseira, inclusive.

Audi A3 – 24.776 km
CONSUMO
No mês: 7,8 km/l com 21% de rodagem na cidade
Desde fevereiro de 2016: 8,4 km/l com 24,4% de rodagem na cidade
Combustível: etanol
GASTOS NO MÊS
Combustível: R$ 1.489
FICHA TÉCNICA
Versão: Ambiente 1.4 Turbo Flex
Motor: 4 cilindros, dianteiro, transv., 1.395 cm3, 16V, flex, 150 cv a 4.500 rpm, 25,5 mkgf a 1.500 rpm
Câmbio: aut., seq., 6 marchas
Publicidade