Clique e assine por apenas 8,90/mês

Audi A3 Sedan 2.0 TFSI: um esportivo disfarçado de sedã

Nacional, bem equipado e com motor de 220 cv de potência, anda mais que a versão 1.4 - mas com preço bem mais alto

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 23 nov 2016, 20h14 - Publicado em 11 dez 2015, 13h04
audi-a3-sedan-ambition
Faróis com leds e xenônio são de série

Quando anunciou a produção nacional do A3 Sedan, a Audi garantiu que o padrão de qualidade do modelo seria o mesmo da configuração até então importada da Hungria. A promessa foi cumprida, digamos, em partes. A adoção de câmbio e suspensão menos sofisticados causaram certa insatisfação por parte do público e da imprensa especializada. Agora, a versão Ambition equipada com motor 2.0 turbo chega para resgatar o melhor do A3 importado no modelo brasileiro.

Por fora, a nova configuração com motorização maior tem diferenciações sutis. Mudam apenas as rodas, sempre de 17 polegadas e com desenho diferente da versão Ambiente 1.4, a inscrição traseira, que dispensa o “1.4T” em prol das letras TFSI, o para-choque, que tem a dupla saída de escape nas extremidades, e o friso prateado na base das janelas. Dentro, a grande novidade estética fica para a possibilidade de acabamento em dois tons: preto e cinza claro.

audi-a3-sedan-ambition-2
Destaque na traseira vai para a dupla saída de escape

A principal estratégia da Audi fica para o novo preço do A3 Sedan topo de linha (desconsiderando o esportivo S3). Por R$ 147.990, o compacto oferece, de série, teto solar elétrico, ar-condicionado digital dual zone, faróis bixenônio com leds e acendimento automático, sensor de chuva, faróis de neblina e rádio MMI.

Continua após a publicidade

Estão inclusos ainda, computador de bordo com tela colorida, bancos revestidos em couro com ajuste elétrico para lombar (apenas o do motorista tem comandos elétricos para ajuste de posição), chave presencial com partida por botão e Audi Drive Select, com os modos Individual, Efficiency, Auto, Dynamic e Comfort.

audi-a3-sedan-ambition-3
Acabamento é mais caprichado em relação ? s versões 1.4 flex

São oferecidos ainda dois pacotes opcionais. O mais em conta, por R$ 13.000, é o multimídia batizado de MMI Plus, que adiciona navegador GPS com botão que reconhece a escrita de letras. Em seguida, o pacote Assistance Plus acrescenta, por R$ 18 500, diversos sistemas voltados à assistência e segurança. O Active Lane Assist evita mudanças involuntárias de faixas, forçando ou vibrando o volante em caso de aproximação das faixas de rolamento. Há ainda o Pre Sense, que prevê possíveis acidentes, Park Assist, de estacionamento semi-autônomo em vagas paralelas e perpendiculares, piloto automático adaptativo, chave presencial com partida do motor por botão, sensores de estacionamento dianteiros e câmera de ré.

audi-a3-sedan-ambition-4
Revestimento cinza é exclusivo da versão 2.0T Ambition

O motor 2.0 turbo a gasolina (diferentemente da versão 1.4, que é flex), o mesmo presente no Golf GTI, é diversão garantida. Com 220 cv de potência e 35,7 mkgf de torque, o A3 Sedan Ambition manteve a transmissão automática S-Tronic de seis velocidades e dupla embreagem com possibilidade de trocas manuais por paddle shifts. O conjunto é suficiente para levar o modelo de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos. A velocidade máxima é limitada a 250 km/h.

audi-a3-sedan-ambition-5
Motor 2.0 TFSI entrega 220 cv de potência e 35,7 mkgf de torque

Em movimento, o câmbio entrega trocas rápidas e suaves, enquanto o motor e o sistema de escape proporcionam, além do ótimo desempenho, um ronco estimulante. Durante o percurso de teste, composto por subidas, descidas e muitas curvas, o A3 Sedan se comportou de maneira exemplar, mantendo-se estável o suficiente para que o ESP não interferisse na direção. A suspensão traseira, assim como o câmbio, não se rendeu à nacionalização: permanece a arquitetura multilink, mais eficaz em trechos rápidos com asfalto irregular.

Continua após a publicidade

Apesar do desempenho, o modelo mostra que também sabe ser econômico: em nossos testes, sempre com gasolina, registrou o consumo de 10,5 km/l em circuito urbano e 14,5 km/l no rodoviário – números pouco maiores quando comparados com o A3 Sedan equipado com motor 1.4 turbo flex, que faz as marcas de 11,7 km/l e 16,4 km/l respectivamente. 

Como a BMW não oferece no Brasil um sedã menor e mais acessível que o Série 3 (o Série 2 só vem em versões esportivas bem mais caras), o único concorrente direto do A3 com motor 2.0 é o Mercedes-Benz CLA 200 (a partir de R$ 146.550) com motor 1.6 . Na comparação direta, o A3 só perde em estilo: tem muito mais potência e torque (220 cv contra 156 cv, e 35,7 mkgf contra 25,5 mkgf).   

Ficha Técnica
Motor gasolina, diant., 4 cilindros
Cilindrada 1.984 cm³
Potência 220 cv entre 4.500 e 6.200 rpm
Torque 35,7 mkgf entre 1.500 e 4.400 rpm
Câmbio automático, seis marchas, tração dianteira
Dimensões 445,6 cm (comprimento); 141,6 cm (altura); 179,6 cm (largura); 263,7 cm (entre-eixos)
Peso 1.320 kg
Peso/Potência 6 kg/cv
Peso/Torque 36,98 kg/mkgf
Porta-malas 425 litros
Tanque 50 litros
Suspensão dianteira independente McPherson
Suspensão traseira independente multilink
Freios discos ventilados (diant.); discos sólidos (tras.)
Direção elétrica
Pneus 225/45 R17
Equipamentos ar-condicionado digital dual zone, sistema multimídia MMI e teto solar elétrico
Consumo urbano 10,5 km/l
Consumo rodoviário 14,5 km/l
0 a 100 km/h 6,8 s
0 a 1000 m 202,5 km/h
Retomada 40 a 80 em 3ª (ou em D) 2,6 s
Retomada 60 a 100 em 4ª (ou em D) 3,3 s
Retomada 80 a 120 em 5ª (ou em D)  4 s
Velocidade máxima 250 km/h (limitada eletronicamente)
Frenagem 15,7 m (60 a 0 km/h); 26,6 m (80 a 0 km/h); 62,8 m (120 a 0 km/h)
Publicidade