Clique e assine com até 75% de desconto

VW promete motores turbo em toda a linha até 2017

Linha atual tem três motores com aspiração natural

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h43 - Publicado em 18 set 2013, 16h15
fabricantes

Todos os modelos vendidos pela VW nos Estados Unidos utilizarão motores turbo em até quatro anos. A afirmação foi feita por Mark Trahan, vice-presidente executivo de qualidade do grupo alemão.

Atualmente, a linha Volkswagen tem três motores naturalmente aspirados: o 2.5 de cinco cilindros com 170 cv (utilizado nos modelos Golf, Jetta SportWagen, Passat e Beetle), 2.0 de quatro cilindros com 115 cv (aplicado no Jetta que também é vendido no Brasil) e 3.6 FSI com 280 cv (nos modelos CC e Touareg). Todos estes motores serão substituídos por conjuntos assistidos por turbocompressor, segundo Trahan.

“Os motores turbo são essenciais nos dias atuais. É por isso que substituiremos os motores aspirados naturalmente nas próximas gerações de nossos carros, dentro de três a quatro anos, no máximo”, declarou o executivo ao diário The Detroit News.

A VW não será a única montadora grande a abraçar os motores com turbocompressor. Recentemente, o vice-presidente de engenharia de motores da Ford, Joe Bakaj, admitiu que os motores “convencionais” podem sumir do portfólio da marca em poucos anos.

“Cedo ou tarde chegará o momento em que esta será a única opção”, declarou Bakaj, ressaltando que apenas os veículos híbridos não devem contar com o auxílio do turbo.

Continua após a publicidade
Publicidade