Clique e assine com até 75% de desconto

Volkswagen poderá transformar velhos Fusca e Kombi em elétricos

Marca registrou na Europa nomenclaturas como 'e-Samba' e 'e-Beetle', que poderão ser usadas em clássicos eletrificados

Por Igor Macário Atualizado em 3 ago 2020, 11h56 - Publicado em 16 jul 2020, 20h12
Alemão eKäfer foi feito em parceria entre VW e uma empresa de Stuttgart Volkswagen/Divulgação/Volkswagen

A Volkswagen europeia têm prestado uma pouco usual atenção a alguns nomes de modelos antigos. Isso porque a fabricante registrou, por lá, a propriedade intelectual de emblemas como “e-Samba” e “e-Beetle”, com um prefixo “e” mesmo, antes do conhecido nome.

Em outras palavras, seriam versões elétricas de Kombi e Fusca, respectivamente.

Embora o mero registro dos nomes não dê certeza de que novas versões venham por aí, são algum indicativo do que a marca pode estar tramando para o futuro.

Modelo mantém visual conhecido, com mudanças apenas sob a ‘casca’ Volkswagen/Divulgação/Volkswagen

Entre as possibilidades, um e-Samba poderia aparecer como uma variante “vintage” do I.D Buzz. Samba era o nome dado a Kombi em alguns mercados, como o americano. A possibilidade de se tratar de um carro inteiramente novo existe, mas parece mais remota num cenário de médio prazo para a marca.

Também é pouco provavel que o e-Beetle represente um retorno do Fusca, vendido como Beetle em outros mercados, numa versão totalmente elétrica. O que leva a crer numa outra vertente para os nomes registrados.

Continua após a publicidade
  • Motor elétrico e compacto, alojado sob o novo ‘porta-malas’ Volkswagen/Divulgação/Volkswagen

    eKäfer

    Em 2019, a própria Volkswagen mostrou um kit de conversão de Fuscas antigos para motor elétrico. Tendência entre alguns nichos de modelos antigos, a mudança para trem de força elétrico é feita pela eClassics, uma empresa de Stuttgart, parceira da Volkswagen na empreitada.

    A solução dos novos nomes pode fazer parte da linha de “retrofit” para antigos VW com motor a ar.

    O eBeetle, ou eKäfer feito em Stuttgart usa o motor elétrico do e-Up!. Com cerca de 82 cv e bons 21 kgfm de torque, o conjunto é bem moderno. E ainda deixa o “Fusquinha” elétrico pra lá de esperto, indo de 0 a 100 km/h em cerca de 8 segundos. A velocidade máxima encosta nos 150 km/h.

    Tem um porém: os preços variam entre 38.000 euros, para quem fornecer o chassi à empresa, e 99.000 euros, pela versão conversível das fotos completa.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade