Clique e assine por apenas 5,90/mês

Top Ten: os veículos sobre rodas mais bizarros na história da indústria

Quem disse que os carros precisam ter quatro rodas? Conheça dez veículos que saíram do eixo tradicional

Por Redação - 8 Maio 2019, 07h00

Equilíbrio Delicado

Reprodução/Internet

 

Projetado para os centros urbanos, o monociclo elétrico da americana Ryno Motors tem velocidade final de 16 km/h, leva seis horas para ser recarregado e pode levar um adulto de até 113 kg, tudo ao preço de US$ 3.000. Para frear ou acelerar, é só inclinar o corpo para a frente ou para trás, igual ao que fazemos no diciclo da Segway.

Centopeia do Asfalto

Reprodução/Internet

Da Western Star (a mesma do Optimus Prime, de Transformers) veio a supercarreta Centipede. É um show de superlativos: 110 pneus para puxar seis reboques, 24 marchas (duas rés), 55 metros e um V20 a diesel que gera 3.845 cv que é capaz de puxar mais de 600 toneladas.

Um luxo só

Feita a partir de um Cadillac, a American Dream Limo é a maior limusine do mundo, segundo o Guinness Book. Não bastassem seus 30,5 metros de comprimento e 26 rodas, oferece confortos típicos de uma mansão: há sala
de TV, bar, banheira, piscina e até heliponto.
Reprodução/Internet

Feita a partir de um Cadillac, a American Dream Limo é a maior limusine do mundo, segundo o Guinness Book. Não bastassem seus 30,5 metros de comprimento e 26 rodas, oferece confortos típicos de uma mansão: há sala de TV, bar, banheira, piscina e até heliponto.

Calhambeque Rodado

O americano Milton Reeves patenteou mais de 100 inventos, inclusive carros, como o Overland OctoAuto (1910), de oito rodas. Ele dizia que era para suavizar a rodagem, mas nunca vingou. Tentou o SexAuto, que fracassou porque trazia a palavra “sexo”.O americano Milton Reeves patenteou mais de 100 inventos, inclusive carros, como o Overland OctoAuto (1910), de oito rodas. Ele dizia que era para suavizar a rodagem, mas nunca vingou. Tentou o SexAuto, que fracassou porque trazia a palavra “sexo”. Reprodução/Internet

O americano Milton Reeves patenteou mais de 100 inventos, inclusive carros, como o Overland OctoAuto (1910), de oito rodas. Ele dizia que era para suavizar a rodagem, mas nunca vingou. Tentou o SexAuto, que fracassou porque trazia a palavra “sexo”.

Excesso de Tração

Reprodução/Internet

Até o nome é grande: Oshkosh Logistic Vehicle System Replacement (LVSR), veículo multiúso da Marinha americana que é um 10×10 (tração nas dez rodas). Para dar conta de seus 11 metros e 45 toneladas, ele tem um motor Caterpillar de 15,2 litros.

Continua após a publicidade

Jogo de Cintura

Reprodução/Internet

O protótipo elétrico C1 da Lit Motors parece uma moto, mas vai além. Seu “sistema de estabilidade giroscópica” monitora a posição do motorista (que comanda um volante) e o mantém em pé mesmo parado, nas curvas e até se um veículo bater de leve na lateral. A segurança adicional vem dos “multiplos airbags”.

Três é de Menos

Este é um velho conhecido dos episódios do Top Gear. A proposta do inglês Reliant Robin em 1973 era enquadrá-lo como moto e pagar menos imposto. Mas a roda única, à frente, onde estava todo o peso do motor, fazia dele um desastre nas curvas e uma piada na TV.

Manda Bala!

Reprodução/Quatro Rodas

Desde 1944, a bielorrussa MAZ (Fábrica Automotiva de Minsk) produz caminhões, mas também fez veículos bélicos como o MAZ-547, gigante de 17,3 metros que utiliza 12 rodas para suportar 84 toneladas do seu peso e do míssil de médio alcance que transporta.

Ponto nos Eixos

Reprodução/Quatro Rodas

Em 2004, o italiano Covini 6CW fez história com seus dois eixos dianteiros. Inspirado pelo Tyrrel de F1 de 1976, o criador Ferruccio Covini alegava que o projeto dava maior conforto e absorção de impactos. Com um V8 4.2 de 400 cv, chega a 300 km/h de final.

Surfe no Asfalto

Reprodução/Internet

O Smith Flyer, feito pela Briggs & Stratton em 1919, não passava de uma prancha de madeira. A esquisitice era o motor acoplado apenas na quinta roda. Ele era ligado com a roda ainda suspensa e, depois que começava a girar, ela era baixada para gerar a tração contra o piso.

 

Continua após a publicidade
Publicidade