Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Tesla mostra “popular” Model 3 nos EUA

Sedã que pode ser vendido no Brasil parte de US$ 35 mil nos EUA; autonomia pode chegar a 500 km

Por Vitor Matsubara Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
31 jul 2017, 16h21
Partindo de US$ 35 mil, o Model 3 tem preço competitivo nos EUA, mas vem com poucos itens de série (Tesla/Divulgação)

O lançamento mais importante da história da Tesla Motors. É assim que a própria montadora define o Model 3, o novo modelo de entrada da empresa fundada por Elon Musk.

O novo modelo de entrada da marca norte-americana será oferecido em duas configurações.

A versão mais básica parte de US$ 35 mil, sem os incentivos fiscais concedidos em algumas localidades dos EUA. Seus principais rivais serão o Chevrolet Bolt (US$ 29.995) e o Nissan Leaf (US$ 30.680).

A autonomia estimada em 354 quilômetros é um dos diferenciais do carro, assim como a aceleração de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos. A velocidade máxima declarada pela Tesla é de 209 km/h.

Design é bonito, mas não é inovador como os outros modelos da Tesla (Tesla/Divulgação)

Já a versão Long Range (ou Autonomia Estendida) pode rodar até 500 quilômetros sem a necessidade de recarregar as baterias.

Os dados de desempenho são ainda melhores: 0 a 100 km/h em 5,1 segundos e velocidade final de 225 km/h. Seu preço é de US$ 44 mil.

Continua após a publicidade

Não é só nos números de autonomia e desempenho que as versões se diferenciam. O tempo de recarga nos carregadores rápidos da Tesla também variam.

Autonomia da versão Long Range é de 500 km (Tesla/Divulgação)

Enquanto a versão de entrada carrega 209 quilômetros de sua autonomia total a cada 30 minutos, a configuração Long Range carrega 273 quilômetros no mesmo tempo de recarga.

Se o usuário preferir recarregar seu veículo em uma tomada de 240 volts, a autonomia crescerá 48 quilômetros a cada meia hora na versão “básica” e 59 quilômetros na Long Range.

O design do Model 3 não causa surpresa como nos primeiros modelos da Tesla, mas está longe de ser obsoleto ou mesmo discreto.

Primeiras 30 unidades do Model 3 serão entregues a funcionários da Tesla (Tesla/Divulgação)

A dianteira chama atenção pela ausência de uma grade, ainda que sua função fosse meramente estética, considerando que baterias elétricas não necessitam de tanta refrigeração quanto um motor a combustão.

Continua após a publicidade

Falta personalidade à traseira, parecida com diversos sedãs que rodam por aí.

O grande destaque do Model 3 é o interior. Minimalista ao extremo, ele tem apenas o volante e uma grande tela de 15 polegadas bem no centro da cabine.

É por meio dela que o usuário consulta todas as informações necessárias para conduzir o veículo – incluindo os mostradores de velocímetro, conta-giros e alertas de manutenção.

O interior tem uma tela de 15 polegadas e… nada mais (Tesla/Divulgação)

Todos os comandos internos do Model 3 também são exibidos nesta tela, incluindo os controles de climatização, som e modos de condução.

Um detalhe interessante é a falta de uma chave, seja ela convencional ou do tipo presencial. A peça é substituída por um aplicativo de smartphone com tecnologia Bluetooth LE, responsável por destravar as portas e dar a partida no veículo.

Continua após a publicidade

Não há motivo para pânico se a bateria do celular acabar: a Tesla oferece ao cliente dois cartões plásticos que realizam as mesmas funções.

Se você gostou do Model 3, saiba que há uma “pegadinha” para vender o Model 3 a US$ 35 mil: a falta de itens de série. Se você quiser fugir da cor preta, acrescente mais US$ 1 mil.

Sem botões físicos, o interior agrupa todas as funções na tela (Tesla/Divulgação)

Gostaria de um interior mais aconchegante? Então serão mais US$ 5 mil por apliques de madeira, bancos com aquecimento reforçado, sistema de som mais potente e console central com dois carregadores de smartphone por indução.

No entanto, a ausência mais sentida é a do sistema de condução semiautônoma, justamente o principal diferencial dos Model S e X.

É preciso desembolsar outros US$ 5 mil pelo Autopilot, que assume o controle do veículo, muda de faixas, entra e sai de vias expressas e faz manobras de estacionamento sem intervenção humana.

Continua após a publicidade

A fabricante promete oferecer novas funcionalidades ao sistema no futuro, inclusive a condução totalmente autônoma por mais US$ 3 mil.

Teto solar faz jus ao nome “panorâmico” (Tesla/Divulgação)

Mesmo assim, parece que muita gente não se incomodou com os custos para levar um Model 3 completo para casa.

Prova disso é que já há 500 mil reservas no sistema de pré-venda realizado pela Tesla, no qual era necessário dar um sinal de US$ 1 mil para reservar seu veículo.

As primeiras 30 unidades já estão prontas e serão entregues a funcionários da Tesla. Segundo Musk, mais 100 unidades serão produzidas até o fim de agosto e outras 1.500 sairão da linha de montagem em setembro.

Elon Musk diz que capacidade produtiva do Model 3 será de 500 mil veículos por ano (Tesla/Divulgação)

Futuramente, a empresa espera atingir um volume de produção de 5 mil unidades semanais ainda neste ano e 10 mil veículos em 2018.

Continua após a publicidade

O CEO da Tesla afirmou que a capacidade produtiva da planta em Fremont, no sul da Califórnia, será de 500 mil Model 3, 100 mil Model S e outros 100 mil Model X. Por ora, as primeiras unidades do Model 3 devem ser entregues no início de 2018.

CEO da Tesla prometeu comercializar o Model 3 no Brasil, mas não deu detalhes sobre início das vendas (Tesla/Divulgação)

Ainda não há qualquer informação de quando (e se) o carro será vendido no Brasil, conforme o próprio Elon Musk havia declarado em abril de 2016.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.