Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Renault quer ser segunda maior da Europa até 2017

Grupo também aposta que Dacia vire líder entre marcas de baixo custo

Por redação Atualizado em 9 nov 2016, 13h35 - Publicado em 10 abr 2014, 17h36
mercado

A Renault pretende tornar-se a segunda maior montadora em vendas na Europa até 2017, atrás apenas da Volkswagen. O chefe da Renault Europa, Stefan Mueller, disse que uma das maneiras de fazer isso é por meio do aumento da rentabilidade. Dentro de três anos, a fabricante francesa pretende alcançar uma margem operacional de 5% sobre um volume de negócios de 50 bilhões de euros.

“Estamos rejuvenescendo nossa linha com os modelos Clio e Captur. Temos ido muito bem com eles. Também estamos introduzindo modelos de maior margem, como a nova van Trafic e o novo Espace. Vamos precisar de outros produtos além desses quatro carros para alcançar a nossa rentabilidade” , disse Mueller em entrevista ao site AutoNews da Europa.

O executivo acrescentou que a Renault também espera que a marca Dacia, atualmente controlada pela Renault, assuma a liderança na categoria de veículos de baixo custo em 2017.

Questionado sobre o Twingo e sua margem de lucro baixa, Mueller admitiu que não é um carro de alta margem . “Nós ainda vamos ganhar dinheiro com isso. O 500 é um concorrente, mas há alguns carros nesse segmento. Eu gostaria de ver o Twingo no segundo lugar neste segmento. Mas não vamos fazer nada apenas por uma questão de volume”, disse ele.

Continua após a publicidade

Publicidade