Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Renault Kwid é vendido com até R$ 6.200 de desconto e taxa zero

Carro mais barato do Brasil, Kwid tenta manter tendência de crescimento nas vendas em 2023. Mas o preço é a única barreira?

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
13 abr 2023, 00h21

Os carros encareceram tanto nos últimos três anos que os carros populares foram extintos no Brasil. Enquanto fala-se sobre flexibilização de regras e impostos para baratear os carros novos, o Renault Kwid, carro mais barato do Brasil, é vendido com descontos de até R$ 6.200.

Na tabela, o Renault Kwid Zen custa R$ 68.190 – R$ 800 mais barato que o Fiat Mobi Like, de R$ 68.990. Nas concessionária, porém, é encontrado com até 9,1% de desconto, por R$ 61.990 – seu preço de tabela há um ano.

KWID PROMOÇÃO
Renault Amazonas anuncia Kwid por R$ 61.990 (Renault Amazonas/Reprodução)

Na concessionária Amazonas, de São Paulo, a oferta vale para unidades do Kwid 2023 em estoque. Mas o comprador pode escolher entre esse preço à vista, um financiamento balão com parcelas de R$ 799 ou um financiamento tradicional com taxa 0%.

Renault Kwid Outsider

Continua após a publicidade

Na Itavema Renault France, de São Paulo (SP), e na Azurra, no Rio de Janeiro (RJ), o Kwid Zen 2024 é oferecido por R$ 63.990 – um desconto de R$ 4.200. A concessionária carioca ainda oferece taxa 0% e as três primeiras revisões gratuitas.

PROMOÇÃO KWID
Modelo 2024 é anunciado por R$ 63.990 (Renault Azurra/Reprodução)

O financiamento com taxa 0% é oferecido pela própria Renault, mas para a versão Outsider, topo de linha do compacto, com preço de R$ 73.640. A condição é o pagamento de 70% como entrada (R$ 51.548) e saldo em 12 parcelas de R$ 2.125, financiando pelo Banco Renault. Não é uma condição acessível, porém.

Compartilhe essa matéria via:

Na Renault Azurra o Kwid Outsider 2024 é oferecido por R$ 70.990 (R$ 3.650 de desconto frente ao preço de tabela). Na Renault Carrera, em São Paulo, sai por R$ 69.990.

Continua após a publicidade

Reação ou questão de sobrevivência?

Renault Kwid Intense
Novo Renault Kwid 2023 (Rodolfo Buhrer/La Imagem/Renault)

Há uma gordurinha para queimar, pelo visto. Mas as altas taxas de juros e a consequente dificuldade de aprovação do crédito do consumidor ainda são barreiras neste segmento. Quem pode dar R$ 50.000 de entrada ou pagar parcelas de R$ 2.000 não costuma considerar a compra de um carro de entrada como o Kwid.

As condições propostas pela Renault e pelas concessionárias vem num momento que deveria ser bom para o Kwid, que teve 6.704 unidades emplacadas em março, quase 3.000 carros a mais que em fevereiro. Mas 60,4% (4.069 unidades) foram destinados às vendas diretas, quando em fevereiro a parcela das vendas nessa modalidade havia sido de 44,6% (1.707 em 3.827 emplacamentos).

Vendas diretas são uma faca de dois gumes. Os carros são negociados em grandes lotes e com margens de lucro menores. Contudo, ajudam a manter o equilíbrio de custos na produção (fazer menos carros encarece o custo de cada unidade) até que a situação melhore. Os descontos no varejo podem representar a busca por essa melhora, mas já ajudam a levar os preços a patamares mais normais.  

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.