Produção de motos recua 25,2% em julho

Segundo Abraciclo, grande queda se deve às fábricas em férias no período

Produção de motos recua 13,6% no 1º semestre Produção de motos recua 13,6% no 1º semestre

Produção de motos recua 13,6% no 1º semestre (/)

De acordo com os últimos dados divulgados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o mercado das duas rodas fechou o mês de julho com claros sinais de resfriamento, com queda de 25,2% na produção de motos.

No mês de julho, devido às férias coletivas parciais das fabricantes, foram produzidas 114.350 motocicletas, contra 152.966 em junho. As vendas no atacado também seguiram a tendência e ficaram 23,9% abaixo na comparação entre os dois meses, com 105.490 contra 138.586 unidades.

“O segmento de motocicletas ainda apresenta índices abaixo dos registrados em 2012, mas precisamos considerar que, historicamente, o segundo semestre costuma apresentar números relevantes”, disse Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Se compararmos com o mesmo período do ano passado, a produção de motocicletas registrou um crescimento de 50,8%, enquanto que as vendas no atacado tiveram alta de 21,6%, mas isto porque as férias coletivas de julho de 2012 foram mais extensas que em 2013.

“Além disso, neste semestre o setor contará com vários atrativos para estimular o mercado, como o lançamento de novos modelos, campanhas de marketing e a realização do Salão Duas Rodas, em outubro, em São Paulo. Diante disso, contamos com uma recuperação neste semestre, a ponto de encerrarmos o ano com volumes similares aos de 2012”, avaliou Fermanian.

No varejo, o encerramento do sétimo mês do ano foi positivo, porém deve ser considerado que julho contou com três dias a mais de vendas (23 dias úteis) que junho. Segundo os licenciamentos registrados pelo Renavam (Denatran), houve um aumento de 7,3% no emplacamentos de motocicletas em relação ao mês anterior, totalizando 134.193 unidades, contra 125.046.

Apesar do crescimento nas vendas citado, o mercado registrou um recuo de 3,1% quando comparamos com o mesmo período do ano passado. Já no acumulado de 2013, os emplacamentos estão 10,6% abaixo do registrado durante os primeiros sete meses de 2012, com 882.478 contra 987.002 unidades.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s