Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Produção de motos cresce no mês de janeiro

Houve um aumento de 14,2% em relação ao mesmo período de 2013; vendas seguem em queda

Por Alexandre Ciszewski Atualizado em 9 nov 2016, 13h02 - Publicado em 7 fev 2014, 17h46
Honda lança CG 2014 totalmente renovada

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) divulgou nesta sexta-feira, 7, o balanço do mercado referente ao mês de janeiro. Segundo os dados levantados pela entidade, a produção de motocicletas em janeiro de 2014 cresceu 14,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

No total, foram produzidas 145.302 motocicletas, ante 127.220 unidades do mesmo mês de 2013. Se o desempenho da produção de motos do mês de janeiro for comparado com dezembro de 2013 (81.404 motocicletas), com menos dias úteis por contas férias coletivas, o crescimento da produção foi de 78,5%.

A comercialização de motos, porém, segue em baixa. No atacado, as vendas chegaram a 103.683 unidades em janeiro, correspondendo a uma queda de 9,5% em relação ao mesmo mês de 2013. Na comparação com o mês de dezembro do ano passado (109.370 unidades), houve queda de 5,2%. Os licenciamentos de janeiro, porém, registraram alta de 5,7%, com 133.632 motocicletas emplacadas, ante 126.423 unidades do mesmo mês de 2013.

“Nossa avaliação é que as ações comerciais promovidas pelos fabricantes e pela rede de concessionárias estimularam os negócios”, disse Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

“Porém esse esforço tem como objetivo compensar um possível recuo nas vendas nos meses próximos diante da Copa do Mundo. Com isso, esperamos atingir os números de estabilidade projetados para o ano de 2014”, finalizou.

Para as exportações o cenário é um pouco melhor, ainda dentro das previsões da entidade, com um avanço de 46,1% (8.307 unidades) na vendas externas, em relação a janeiro do ano passado. No comparativo com dezembro de 2013, o crescimento foi de 6,3%.

Continua após a publicidade
Publicidade