Clique e assine com até 75% de desconto

Produção automotiva brasileira segue em queda livre e tem retração de 42,1% em setembro

Por outro lado, exportações subiram 28,7% em relação ao ano passado

Por Rodrigo Furlan Atualizado em 9 nov 2016, 14h42 - Publicado em 6 out 2015, 14h22
mercado

Se o desempenho do mercado automotivo brasileiro está passando por um mau momento no que diz respeito às vendas, a situação não é melhor quanto à produção. De acordo com dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a retração na fabricação de veículos foi de 42,1% em setembro na comparação com o mesmo mês em 2014.

Somando automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, foram produzidos 174,2 mil veículos no nono mês do ano. Para efeito de comparação, em setembro do ano passado foram 300,8 mil veículos, enquanto em agosto deste ano a marca atingida foi de 216,6 mil unidades (o que significa uma queda de 19,5% em relação ao mês passado).

No acumulado do ano, a queda na produção é um pouco menos acentuada do que essa registrada em setembro: 20,1%. Nesses nove meses, foram fabricados 1,9 milhão de veículos, sendo que, no mesmo período, em 2014, a produção havia sido de 2,38 milhões. A projeção para o fechamento de 2015 é de que a queda fique entre 23 e 24%.

Outro dado divulgado pela Anfavea foi o aumento do número de exportações em setembro de 2015 na comparação com 2014. Com 33.502 carros vendidos, o aumento foi de 28,7%. Apesar de essa estatística parecer animadora em termos porcentuais, o montante arrecadado (US$ 834 milhões) foi 9,7% inferior ao do ano passado. No acumulado do ano, as exportações subiram 12,3% em volume e caíram 10,8% em valor.

VEJA MAIS– Para Anfavea, automóveis não flex podem usar gasolina com 27% de etanol sem riscos– Novo acordo baixa juros para compra de carros

Continua após a publicidade
Publicidade