Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Preço da gasolina pode aumentar em quase R$ 0,70 por litro em janeiro

Novo governo não pretende manter isenção de PIS e Cofins dos preços de combustíveis. Desoneração teve início no começo de 2022 e termina em dezembro

Por Isadora Carvalho Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
29 dez 2022, 13h03

A Petrobras anunciou a redução de até R$ 0,20 no preço da gasolina e R$ 0,40 no valor do diesel no início de dezembro. Contudo, o começo de 2023 deve ser de aumento para esses dois combustíveis e também para o etanol. 

Na última terça-feira do ano (27), o futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou que o presidente eleito, Lula, não concordou em continuar com a desoneração dos tributos federais (PIS e Cofins).

A medida começou no início de 2022 como forma de conter os impactos provocados pela guerra na Ucrânia e tem validade até o dia 31 deste mês. Nesse caso, a partir do primeiro dia de 2023 os preços dos combustíveis voltarão a recolher os impostos federais e isso terá impacto imediato nos preços dos combustíveis para o consumidor. 

De acordo com o Centro Brasileiro de Infraestrutura, preço do litro de etanol pode subir R$ 0,26 e o do diesel, R$ 0,33 por litro. Já o valor da gasolina pode ficar até R$ 0,69 mais caro nas bombas.

De acordo com Haddad, Lula não quis que o governo atual prorrogasse a isenção, porque entende que o novo governo deve ter mais tempo para avaliar os impactos da medida. Afirmou ainda que, como a qualquer momento a isenção pode ser retomada, não há pressa.

Posto combustível gasolina álcool diesel petrobras (6)
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

“Eu levei um pedido do presidente eleito para que o governo atual se abstenha de tomar qualquer medida na última semana que venha impactar o futuro governo, sobretudo em temas que podem ser decididos daqui a dez dias, quinze dias, sem atropelo. Para que a gente tenha sobriedade de fazer cálculo de impacto, verificar a trajetória do que a gente espera das contas públicas ao longo dos próximos anos”, disse Haddad.

Continua após a publicidade

A reoneração aumenta o preço nas bombas e, consequentemente, a inflação, já que o valor dos combustíveis (especialmente o preço do diesel) causa impacto em uma série de produtos e serviços.

Compartilhe essa matéria via:

A inflação oficial medida em janeiro, inclusive, pode dobrar. A expectativa anterior era de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo IBGE, ficasse em 0,5% em janeiro de 2023.

A retomada da tributação dos combustíveis deve elevar o índice em 0,55 %. Portanto, a alta do nível geral de preços pode ultrapassar 1% no mês.

Continua após a publicidade

Pelo lado das contas públicas, a reoneração devolverá cerca de R$ 50 bilhões por ano aos cofres públicos. Esse valor é bem-vindo no cenário de dificuldade fiscal esperado para o país em 2023.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.