Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novo Chevrolet Tracker bebe menos que rivais. Veja comparativo de consumo

Modelo deve chegar ao mercado na segunda quinzena deste mês e terá duas variações de motor: 1.0 de 116 cv e 1.2 de 133 cv, ambos turbo flex

Por Renan Bandeira Atualizado em 17 mar 2020, 14h49 - Publicado em 4 mar 2020, 07h00

 

O novo Chevrolet Tracker deve ser lançado entre os dias 18 e 19 de março, com início das vendas previsto para começar até o dia 21 deste mês.

Após inúmeros flagras pelo país, a marca resolveu proibir a exibição do SUV até para potenciais clientes que vão à concessionária. Nem especificações técnicas ou preços são informados.

No entanto, como o nosso parceiro Autos Segredos já havia informado, a versão Premier será equipada com motor três-cilindros 1.2 turbo de 133 cv e 21,5 mkgf de torque com etanol – 20 cv e 3 mkgf a menos que a atual Tracker 1.4 turbo.

A outra motorização disponível será a três-cilindros 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 mkgf – compartilhadas de Onix e Onix Plus – e que equipará as versões de entrada do modelo.

Além disso, dados de consumo do veículo também escaparam.

Seguindo o programa de etiquetagem veicular do Inmetro, com o conjunto motriz 1.2 turbo, o modelo é capaz de fazer 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na rodovia com etanol, e 11,2 km/l no perímetro urbano e 13,5 km/l na estrada com gasolina.

Já com o propulsor 1.0 turbo flex, as médias sobem para 8,2 e 9,6 km/l com etanol, sendo 11,9 e 13,7 km/l. Tais dados fazem do novo Tracker um SUV mais econômico que seus concorrentes.

Ambos os testes levam em consideração trens de força equipados com câmbio automático de seis marchas.

  • Entre todos os SUVs compactos, ele perde apenas para o Honda HR-V 1.5 Turbo no ranking de eficiência do Inmetro. No entanto, este custa R$ 139.990, quase R$ 30 mil a mais do que os R$ 113.600 que serão cobrados pelo Tracker Premier II.

    Por este motivo, o Honda não participou do comparativo, sendo levados em consideração modelos com etiquetas mais próximas às do novo Tracker. Confira:

    Marca/modelo/versão Consumo etanol Consumo Gasolina
    VW T-Cross 1.4 turbo Urbano: 7,7 km/l

    Rodoviário: 9,3 km/l

    Urbano: 11 km/l

    Rodoviário: 13,2 km/l

    VW T-Cross 1.0 turbo Urbano: 7,6 km/l

    Rodoviário: 9,5 km/l

    Urbano: 11 km/l

    Rodoviário: 13,5 km/l

    Honda HR-V 1.8 Urbano: 7,7 km/l

    Rodoviário: 8,6 km/l

    Urbano: 11 km/l

    Rodoviário: 12,3 km/l

    Jeep Renegade 1.8 Urbano: 6,9 km/l

    Rodoviário: 8,6 km/l

    Urbano: 10 km/l

    Rodoviário: 12 km/l

     Ford EcoSport 1.5 Urbano: 7,1 km/l

    Rodoviário: 8,6 km/l

    Urbano: 10,3 km/l

    Rodoviário: 12,6 km/l

    Ford EcoSport 2.0 Urbano: 6,1 km/l

    Continua após a publicidade

    Rodoviário: 8,3 km/l

    Urbano: 8,8 km/l

    Rodoviário: 12 km/l

    Nissan Kicks Urbano: 7,7 km/l

    Rodoviário: 9,4 km/l

    Urbano: 11,4 km/l

    Rodoviário: 13,7 km/l

    Hyundai Creta 1.6 Urbano: 7,1 km/l

    Rodoviário: 8,2 km/l

    Urbano: 10 km/l

    Rodoviário: 11,4 km/l

    Hyundai Creta 2.0 Urbano: 6,9 km/l

    Rodoviário: 8,2 km/l

    Urbano: 10 km/l

    Rodoviário: 11,4 km/l

    Renault Duster 1.6 Urbano: 7,1 km/l

    Rodoviário: 7,9 km/l

    Urbano: 10,3 km/l

    Rodoviário:10,8 km/l

    Renault Captur 1.6 Urbano: 7,2 km/l

    Rodoviário: 8,1 km/l

    Urbano: 10,5 km/l

    Rodoviário: 11,7 km/l

    Renault Captur 2.0 Urbano: 6,2 km/l

    Rodoviário: 7,3 km/l

    Urbano: 8,8 km/l

    Rodoviário: 10,8 km/l

    Citroën C4 Cactus 1.6 Urbano: 7,3 km/l

    Rodoviário: 9,1 km/l

    Urbano: 10,4 km/l

    Rodoviário: 13 km/l

    Citroën C4 Cactus 1.6 THP Urbano: 7,2 km/l

    Rodoviário: 8,9 km/l

    Urbano: 10,4 km/l

    Rodoviário: 12,6 km/l

    Caoa Chery Tiggo 5X Urbano: 6,7 km/l

    Rodoviário: 8 km/l

    Urbano: 9,8 km/l

    Rodoviário: 11,7 km/l

    Peugeot 2008 1.6 Urbano: 7,5 km/l

    Rodoviário: 9,2 km/l

    Urbano: 10,7 km/l

    Rodoviário: 13 km/l

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade