Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Chevrolet Tracker bebe menos que rivais. Veja comparativo de consumo

Modelo deve chegar ao mercado na segunda quinzena deste mês e terá duas variações de motor: 1.0 de 116 cv e 1.2 de 133 cv, ambos turbo flex

Por Renan Bandeira - Atualizado em 17 mar 2020, 14h49 - Publicado em 4 mar 2020, 07h00

 

O novo Chevrolet Tracker deve ser lançado entre os dias 18 e 19 de março, com início das vendas previsto para começar até o dia 21 deste mês.

Após inúmeros flagras pelo país, a marca resolveu proibir a exibição do SUV até para potenciais clientes que vão à concessionária. Nem especificações técnicas ou preços são informados.

No entanto, como o nosso parceiro Autos Segredos já havia informado, a versão Premier será equipada com motor três-cilindros 1.2 turbo de 133 cv e 21,5 mkgf de torque com etanol – 20 cv e 3 mkgf a menos que a atual Tracker 1.4 turbo.

A outra motorização disponível será a três-cilindros 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 mkgf – compartilhadas de Onix e Onix Plus – e que equipará as versões de entrada do modelo.

Além disso, dados de consumo do veículo também escaparam.

Seguindo o programa de etiquetagem veicular do Inmetro, com o conjunto motriz 1.2 turbo, o modelo é capaz de fazer 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na rodovia com etanol, e 11,2 km/l no perímetro urbano e 13,5 km/l na estrada com gasolina.

Continua após a publicidade

Já com o propulsor 1.0 turbo flex, as médias sobem para 8,2 e 9,6 km/l com etanol, sendo 11,9 e 13,7 km/l. Tais dados fazem do novo Tracker um SUV mais econômico que seus concorrentes.

Ambos os testes levam em consideração trens de força equipados com câmbio automático de seis marchas.

Entre todos os SUVs compactos, ele perde apenas para o Honda HR-V 1.5 Turbo no ranking de eficiência do Inmetro. No entanto, este custa R$ 139.990, quase R$ 30 mil a mais do que os R$ 113.600 que serão cobrados pelo Tracker Premier II.

Por este motivo, o Honda não participou do comparativo, sendo levados em consideração modelos com etiquetas mais próximas às do novo Tracker. Confira:

Marca/modelo/versão Consumo etanol Consumo Gasolina
VW T-Cross 1.4 turbo Urbano: 7,7 km/l

Rodoviário: 9,3 km/l

Urbano: 11 km/l

Rodoviário: 13,2 km/l

VW T-Cross 1.0 turbo Urbano: 7,6 km/l

Rodoviário: 9,5 km/l

Urbano: 11 km/l

Rodoviário: 13,5 km/l

Honda HR-V 1.8 Urbano: 7,7 km/l

Rodoviário: 8,6 km/l

Urbano: 11 km/l

Rodoviário: 12,3 km/l

Jeep Renegade 1.8 Urbano: 6,9 km/l

Rodoviário: 8,6 km/l

Urbano: 10 km/l

Rodoviário: 12 km/l

 Ford EcoSport 1.5 Urbano: 7,1 km/l

Rodoviário: 8,6 km/l

Urbano: 10,3 km/l

Rodoviário: 12,6 km/l

Ford EcoSport 2.0 Urbano: 6,1 km/l

Rodoviário: 8,3 km/l

Urbano: 8,8 km/l

Rodoviário: 12 km/l

Nissan Kicks Urbano: 7,7 km/l

Rodoviário: 9,4 km/l

Urbano: 11,4 km/l

Rodoviário: 13,7 km/l

Hyundai Creta 1.6 Urbano: 7,1 km/l

Rodoviário: 8,2 km/l

Urbano: 10 km/l

Rodoviário: 11,4 km/l

Hyundai Creta 2.0 Urbano: 6,9 km/l

Rodoviário: 8,2 km/l

Urbano: 10 km/l

Rodoviário: 11,4 km/l

Renault Duster 1.6 Urbano: 7,1 km/l

Rodoviário: 7,9 km/l

Urbano: 10,3 km/l

Rodoviário:10,8 km/l

Renault Captur 1.6 Urbano: 7,2 km/l

Rodoviário: 8,1 km/l

Urbano: 10,5 km/l

Rodoviário: 11,7 km/l

Renault Captur 2.0 Urbano: 6,2 km/l

Rodoviário: 7,3 km/l

Urbano: 8,8 km/l

Rodoviário: 10,8 km/l

Citroën C4 Cactus 1.6 Urbano: 7,3 km/l

Rodoviário: 9,1 km/l

Urbano: 10,4 km/l

Rodoviário: 13 km/l

Citroën C4 Cactus 1.6 THP Urbano: 7,2 km/l

Rodoviário: 8,9 km/l

Urbano: 10,4 km/l

Rodoviário: 12,6 km/l

Caoa Chery Tiggo 5X Urbano: 6,7 km/l

Rodoviário: 8 km/l

Urbano: 9,8 km/l

Rodoviário: 11,7 km/l

Peugeot 2008 1.6 Urbano: 7,5 km/l

Rodoviário: 9,2 km/l

Urbano: 10,7 km/l

Rodoviário: 13 km/l

 

Publicidade