Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Nissan cria motor a gasolina mais eficiente, mas não moverá carro nenhum

Novo 1.5 turbo promete chegar a 50% de eficiência térmica, mas será usado apenas para alimentar motor elétrico de novo sistema híbrido

Por Igor Macario Atualizado em 13 Maio 2021, 14h59 - Publicado em 3 mar 2021, 20h47
qashqai
Dianteira tem faróis em formato de bumerangue Divulgação/Nissan

A Nissan está trabalhando num novo motor a combustão que promete elevar os padrões de eficiência energética desse tipo de propulsor. Trata-se de um 1.5 turbo com bons 155 cv, que será integrado a conjuntos híbridos. O objetivo é dar uma sobrevida a motores a gasolina num futuro cada vez mas elétrico.

Só que antes que entusiastas possam celebrar, existe um importante porém na novidade da Nissan. Os 155 cv do 1.5 não moverão nenhum veículo diretamente com sua própria força. Isso porque ele está sendo desenvolvido para apenas gerar de energia para o motor elétrico dos futuros híbridos da marca, os e-Power.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Essa é a chave da Nissan para conseguir chegar a excelentes 50% de eficiência energética extraídos de um motor a gasolina. Para ter uma ideia, alcançar 40% de eficiência atualmente é considerado um número ótimo. Na prática, o 1.5 tem 46% de eficiência térmica, com os 4% extras conseguidos pela regeneração de energia do motor elétrico.

e-power
Sistema e-Power terá motor 1.5 turbo a gasolina Divulgação/Nissan

Como gerador, o 1.5 vai girar em rotações constantes, e foi especificamente desenvolvido para este regime de trabalho. As câmaras de combustão foram trabalhadas para receber misturas pobres de ar/combustível, e o motor tem taxa de compressão elevada.

Continua após a publicidade

Assim, a combustão gera temperaturas menores, gerando menos perdas. A gestão dos gases expelidos também foi melhorada, já que queimas de misturas pobres tendem a gerar mais NOx, extremamente nocivos ao meio ambiente.

e-power
Divulgação/Nissan

A Nissan ainda destaca que mover o carro apenas com motores elétricos permite aceleração mais suave e poderosa, equivalente a do elétrico Leaf. Mas com a vantagem de não depender de paradas para recarga da bateria.

Esse conjunto deverá estrear na versão híbrida do novo Qashqai europeu. Por aqui, o Kicks poderá receber uma versão semelhante, ainda não confirmada, até 2023.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

QR - CAPA 742 - FEVEREIRO
Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade