Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Motor V8 mais potente da Dodge custa tanto quanto um VW Virtus

V8 é o mesmo usado no Dodge Challenger SRT Demon 170 e é o mais potente já usado em um carro de produção

Por João Vitor Ferreira
29 nov 2023, 07h00

Em março, a Dodge nos surpreendeu com o lançamento do Challenger SRT Demon 170, a versão mais insana do muscle car e que também marcou sua despedida. Como tudo o que é bom dura pouco, apenas 3.300 unidades foram construídas e será muito difícil você encontrar um a venda pelos mesmos US$ 100.000 do lançamento.

Por sorte, agora qualquer pessoa poderá ter em suas mãos toda a potência do último Challenger sem precisar desembolsar rios de dinheiro. Isso porque o “coração” do esportivo começará a ser vendido no varejo.

Estamos falando do motor V8 6.2 supercharger que gera 1.039 cv e 130,52 kgfm quando abastecido com combustível E85, fazendo dele o V8 mais potente em um carro de produção.

V8 Challenger
V8 do Challenger é basicamente uma versão envenenada do Hellephant C170, vendido exclusivamente no varejo (Divulgação/Dodge)

De acordo com a marca, ele virá do jeitinho que foi anunciado no Challenger. Ou seja, ele tem as mesmas modificações inspiradas no C170 Hellephant, como os superchargers de 3 litros, que aumentam a pressão do ar para 15,3 psi e as polias maiores na turbina.

Continua após a publicidade

Comparado ao Hellephant, o V8 do Challenger teve velas e válvulas trocadas, para se adaptar melhor ao E85, que usa 85% de etanol em sua mistura. Além disso, os injetores de combustível também tiveram sua pressão aumentada para 685 litros por hora, mais do que um chiveiro comum dos EUA. Tudo isso por “apenas” US$ 27.695, ou R$ 135.592 na conversão atual. Isso é cerca de R$ 15.000 a menos do que a Volkswagen cobra pelo Virtus Exclusive.

Dodge Challenger SRT Demon 170
(Divulgação/Dodge)

Mesmo pelo preço bem mais em conta que o carro, não pense que é só comprar e instalar o motor e pronto: você terá uma máquina de arrancadas. Para que ele pudesse ser usado no Challenger, a Dodge precisou fazer muitas modificações no carro.

Compartilhe essa matéria via:

Por exemplo,  a transmissão automática de oito marchas ganhou um aprimoramento para lidar com a alta potência. O mesmo vale para o eixo traseiro, que, para aguentar os mais de 100 kgfm, teve o diâmetro do cardã e a espessura das paredes aumentadas, e ganhou novo anel e pinhão de 240 mm, que passaram por um tratamento térmico para aumentar a rigidez. As juntas homocinéticas e a flange também foram atualizadas. 

Dodge Challenger SRT Demon 170
Dodge Challenger SRT Demon 170 (Divulgação/Dodge)

Se puder fazer todas as alterações necessárias para segurar toda a potência do V8, é possível atingir números semelhantes ao do Challenger SRT Demon 170. Graças ao motor, o muscle car consegue fazer de 0 a 96 km/h em apenas 1,66 s com a largada em movimento. Já a prova do quarto de milha é feita em 8,91 s. São tempos que superam o de hipercarros como o Bugatti Chiron e até de elétricos como o Rimac Nevera e o Tesla Model S Plaid.

dodge
Dodge Challenger SRT Demon 170 (Divulgação/Dodge)

O V8 6.2 do Challenger CRT Demon 170 será vendido a partir de 2024 pela Direct Connection, revendedora oficial de peças da Dodge. Além dele, uma versão um pouco mais mansa, sem o supercharger e outras melhorias, também estará disponível para compra pelo preço de US$ 18.995, ou R$ 92.997.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.