Clique e assine por apenas 8,90/mês

Mercado de motos deve crescer 14,7% em 2013

Vendas podem atingir 1,92 milhão de unidades no ano que vem

Por Eduardo Viotti e Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 12h07 - Publicado em 31 out 2012, 13h24
Mercado de motos deve crescer 14,7% em 2013

Com previsão de retomada do crescimento de 12% já no quarto trimestre deste ano (2012), o setor deve apresentar crescimento ainda maior em 2013. Ele deve ser de 14,7%, percentual superior à média da economia brasileira e mundial. As vendas devem contabilizar 1,92 milhão de unidades no ano que vem, aproximando-se do ano recorde de 2011. As previsões são da consultoria Tendências e, conforme alerta a própria empresa, estão sujeitas a ajustes sazonais.

Este ano, devido a um forte arrocho na concessão de crédito que afetou a venda de motos utilitárias de baixa cilindrada, a empresa prevê queda de 13,4% no conjunto das vendas do setor. Já as vendas de motos de grande cilindrada, seguem no sentido oposto , apresentado crescimento em relação ao ano anterior. Segundo dados da Abraciclo, foram comercializadas 32729 motocicletas de cilindrada superior a 450 cc nos nove meses deste ano (até setembro de 2012), contra 39892 durante os doze meses de 2011. A se manter a média de vendas, 2012 deve fechar com 43638 unidades vendidas até dezembro. O segmento de motos de grande porte, que respondeu por 1,9% do mercado total em 2011 deve ocupar 2,5% das vendas este ano.

Apesar da pequena participação percentual, o Brasil é um dos mais importantes mercados de motocicletas de grande porte do mundo. Apenas no mês de outubro a inglesa Triumph e a italiana Ducati anunciaram operações industriais no país e espera-se que até o fim do ano a gigante italiana Piaggio e a indo-austríaca KTM (que já anunciou uma planta industrial em Manaus, mas adiou seus planos após o encerramento de atividades do grupo Izzo, até então sócio no empreendimento) façam o mesmo.

Publicidade