Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Lambrespa, a mini-moto com para-lamas e faróis de Fusca feita no Brasil

Projeto de Rogério Jung, em Jaraguá do Sul (SC), teve como inspiração o americano Volkspod, mas é maior e usa um motor mais potente

Por Renan Bandeira
Atualizado em 7 fev 2020, 13h52 - Publicado em 12 dez 2019, 07h00
Lambrespa: Brasil também tem projeto de mini-moto com partes de Fusca (Garage 51/Reprodução)

Lembram da Volkspod, incrível mini-moto produzida com peças de Fusca? Feita por Brent Walter nos Estados Unidos, ela ganhou o coração dos amantes (e não amantes) do Volkswagen que marcou época em todo o mundo.

Mas você sabia que um projeto idêntico a esse foi feito aqui no Brasil?

Volkspod foi feita por Brent Walter nos Estados Unidos (Brent Walter/Reprodução)

Isso mesmo! Assim como o criador da Volkspod, o catarinense Rogério Jung é um restaurador e inventor amador. Ele contou exclusivamente para QUATRO RODAS os detalhes da produção da Lambrespa – nome dado por ele à mini-moto.

Continua após a publicidade

Tudo começou quando Jung recebeu fotos da moto construída por Walter no início deste ano e, em 19 de maio, decidiu junto de seus amigos fazer uma em sua oficina: a “Garage 51”, em Jaraguá do Sul (SC).

Equipe na foto: Valfredo Scheidt, Sidnei Devigili, Rogério Jung, Bruno Rodrigues e Juarez Monteiro. Arnoldo Jung não está na imagem, mas completa o time (Garage 51/Reprodução)

Antes de colocar a mão na massa, o restaurador brasileiro tratou de comprar todas as peças que seriam usadas na fabricação: para-lamas, lanterna e farol, vindos do Fusca; um motor estacionário de 210 cc; rodas similares à de um patinente ou skate elétrico.

Depois disso foi a hora de pensar na parte estrutural e, para isso, o projeto em mente foi passado para um software de desenho técnico, onde começou a ganhar suas formas.

Continua após a publicidade

Devidamente alinhado no monitor, era hora de se tornar algo físico. Então, Jung juntou sua equipe na oficina de restauração e começou a fazer o chassi soldando as barras de ferro.

Para finalizar a estrutura, o grupo soldou uma parte do quadro de uma bicicleta Monark de 1980 no chassi.

Chassi é composto por barras de ferro soldadas ao quadro de bicicleta (Garage 51/Reprodução)

Com isso feito, chegou a hora de produzir a carenagem com os pára-lamas de Fusca. Segundo Jung, essa foi a parte mais difícil de fazer, porque “foi tudo meio que de olho.”

Ele ainda confessou que. ao terminar a solda. teve de cortar tudo para fazer ajustes. “Já havíamos soldado e tivemos que cortar depois de pronto, porque esqueci do espaço do farol na frente.”

Rogério Jung cortando a solda dos pára-lamas (Garage 51/Reprodução)

Com os pára-lamas cortados e soldados, a Lambrespa partiu para um banho de tinta. A Lambrespa recebeu um pouco de massa para ficar com a superfície lisa e logo depois veio a pintura azul.

Continua após a publicidade

Tudo estava pronto e então começou o processo de montagem. O chassi era a base e ganhou as rodas de mini-moto e o motor de 210 cc e 7 cv de potência.

Logo em seguida, a carenagem foi montada. Por fim, farol, lanterna e guidão foram fixados em seus lugares.

Jung e sua equipe iniciaram a segunda Lambrespa (Garage 51/Reprodução)

Entusiasmado com o resultado, ele nos informou que vai continuar com a produção das motinhas. A novidade é que as próximas Lambrespas deverão receber carenagem em fibra de vidro.

Continua após a publicidade

A intenção é comercializar a mini-moto, mas ainda não há detalhes sobre quando isso acontecerá ou quanto custará.

O inventor ainda falou sobre um novo projeto: um triciclo. Assim como a moto, teria base do Fusca, porém com um sentimento diferente. Jung é deficiente físico e se locomove com uma cadeira de rodas.

“Agora vou fazer um projeto baseado nesse aí [Lambrespa] para pode embarcar com minha cadeira de rodas”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.