Jorge Lorenzo renova com a Yamaha

Piloto defenderá equipe oficial por mais duas temporadas

Jorge Lorenzo Jorge Lorenzo

Jorge Lorenzo (/)

O espanhol Jorge Lorenzo seguirá como piloto da equipe oficial da Yamaha na categoria rainha MotoGP pelo menos até 2014. O anúncio da renovação foi feito nessa terça-feira (12/06) na Itália e, certamente, foi antecipado em razão da grande movimentação que o anúncio da aposentadoria precoce de Casey Stoner deverá provocar no grid da próxima temporada e do assédio que a Honda exercia sobre o piloto nº 1 da rival japonesa.

Lorenzo defende a Yamaha desde 2008, ano em que terminou o mundial em quarto lugar. Em 2009 ele foi o vice-campeão e chegou ao título de Campeão do Mundo de MotoGP em 2010. No ano passado ele voltou a ficar em segundo lugar, atrás do australiano Stoner. No momento em que assina o contrato Lorenzo lidera o Campeonato Mundial de MotoGP em sua versão 2012.

Ao anunciar a renovação Jorge Lorenzo não escondeu que vinha sendo sondado por outras equipes: “Estou extremamente feliz por ter assinado com a Yamaha por mais dois anos. Eles fizeram grandes esforços para manter-me na equipe de fábrica”, disse ele. “Sempre foi a minha primeira opção ficar aqui. Agora posso me concentrar no Campeonato e estou ansioso para pagar de volta a confiança que a Yamaha deposita em mim, começando em Silverstone neste fim de semana”, completou Lorenzo.

O valor exato desse novo contrato não foi revelado, mas especula-se algo em torno de 10 milhôes de euros (pouco mais de 25 milhões de reais) por ano. O fato é que está sobrando uma moto na equipe Honda Repsol para 2013. Sim, a Honda sonha com um dream team formado por Valentino Rossi, Daniel Pedrosa e Marc Marquez, mas isso é difícil de acontecer, afinal Rossi ainda pode vencer corridas esse ano e a Ducati não vai querer abir mão dele tão facilmente. Já Marc Marquez, que hoje corre na Moto2, seria um estreante na categoria e, apesar de não ser uma regra, jamais um estreante entrou na categoria principal defendendo uma equipe oficial.

Muita coisa ainda irá acontecer até o final da temporada e muitas portas ainda se abrirão. Fala-se muito sobre a volta da Suzuki e como todos sabem, Ben Spies – que não anda nada bem esse ano na Yamaha – tem portas abertas por lá, afinal de contas corria no Campeonato norte-americano pela marca. Ou seja, além de uma Honda, tudo indica que uma Yamaha oficial também está a procura de um piloto forte para ser companheiro de Lorenzo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s