Clique e assine por apenas 5,90/mês

Humorista protesta contra dieselgate em coletiva da VW

Simon Brodkin simulou instalação de software ilegal em carro da marca

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 23 nov 2016, 20h40 - Publicado em 1 mar 2016, 16h07
Protesto durante coletiva da VW em Genebra
Comediante é conhecido por realizar várias ações inusitadas

Um protesto inusitado interrompeu a coletiva da Volkswagen no Salão de Genebra, na Suíça. Vestido como um mecânico da empresa e carregando uma maleta com os dizeres “caixa de fraudes”, Simon Brodkin interpelou o discurso do diretor de marketing e vendas do Grupo Volkswagen, Jürgen Stackmann.

O humorista, então, se debruça sob um Up! e simula a instalação de um novo software, em clara referência ao “dieselgate”, o escândalo mundial causado pela fraude de emissões de poluentes de motores a diesel de vários modelos do conglomerado alemão. Visivelmente constrangido, Stackmann tenta retirá-lo do palco, o que só acontece depois de vários segundos, quando alguns seguranças se aproximam e levam Simon para fora do local. Assista abaixo ao vídeo do Wall Street Journal.

Nascido na Inglaterra, Brodkin é conhecido por fazer protestos contra grandes empresas. No fim do ano passado, o comediante ganhou fama mundial ao jogar várias notas falsas de dólar no então presidente da FIFA, Joseph Blatter.

Publicidade