Clique e assine com até 75% de desconto

Honda põe funcionários de escritório para trabalhar na linha de produção

Redução de funcionários da área de produção devido ao novo Coronavírus fez a empresa japonesa realocar cargos para cumprir demanda de pedidos

Por Renan Bandeira 31 jul 2020, 16h17
Divulgação/Honda

Funcionários da Honda na unidade de Marysville, em Ohio (EUA), trocaram as salas de escritório pela linha de produção.

De acordo com a marca japonesa, isso aconteceu devido ao quadro reduzido de funcionários durante a pandemia do novo Coronavírus e a forte demanda pelos veículos.

Dessa forma, a empresa teve de fazer rodízio no quadro de funcionários, tendo de colocar o pessoal das áreas de contabilidade, compras e pesquisa e desenvolvimento temporariamente na produção.

Um e-mail interno enviado pelo gerente da fábrica, Mark Willoughby, confirma a expectativa das instalações da Honda voltarem a níveis adequados de pessoal até agosto, uma vez que o recrutamento de trabalhadores tem sido difícil.

Um dos fatores que aumenta a dificuldade é o fato dos hospitais da região terem adiado todas as cirurgias do início do ano para o mês de julho, a fim de concentrar as operações no combate a Covid-19.

Com isso, durante este mês, um número alto de norte-americanos estão em procedimentos cirúrgicos ou na recuperação deles.

  • Além disso, a Honda enviou funcionários de sua fábrica para repor a mão de obra dos fornecedores locais para a produção não parar.

    Em entrevista ao site inglês Autoblog, um porta-voz da marca afirmou que os fatores citados acima reduziram o quadro de funcionários, e como a procura pelos veículos da marca seguiu em forte demanda, a saída encontrada foi a realocação dos funcionários de escritório para áreas produtivas.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade