Clique e assine por apenas 8,90/mês

GM negou fusão com FCA, diz jornal

CEO Mary Barra não teria tido interesse no negócio

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h30 - Publicado em 25 Maio 2015, 16h25
fabricantes

A tão especulada fusão entre Fiat Chrysler Automobiles e General Motors não acontecerá. Ao menos é o que reporta o jornal The New York Times, afirmando que Mary Barra, CEO da GM, não se interessou pelo negócio proposto por Sergio Marchionne, homem-forte da FCA.

Além de criar uma gigante automotiva, a fusão entre as duas companhias, de acordo com o plano de Marchionne, seria fundamental para o corte de custos envolvidos com desenvolvimento de novos projetos, produção e comercialização de carros. Apesar disso, Barra vetou uma reunião para tratar do assunto, tendo como pressuposto o interesse da GM em caminhar sozinha.

O NY Times também menciona que promover uma fusão com outra grande companhia não é a única possibilidade de negócio aventada por Marchionne. Gigantes da área de tecnologia, como Apple e Google, também estariam na mira, sobretudo no que diz respeito a eventuais parcerias para o desenvolvimento de seus futuros e aguardados veículos autônomos.

Publicidade