Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Frankfurt: novos Porsche 911 e Boxster Spyder chegam ao Brasil em 2016

Modelo símbolo da marca perde os motores aspirados, mas ganha em eficiência e tecnologia

Por Rodrigo Furlan (com informações de Vitor Matsubara)/Fotos: Getty Images Atualizado em 9 nov 2016, 14h40 - Publicado em 15 set 2015, 12h23
fabricantes

A Porsche já havia revelado fotos e informações oficiais sobre a nova geração do 911. Entretanto, foi só nesta terça-feira (15) que a montadora alemã exibiu o modelo publicamente, nas variantes cupê e cabriolet, aos jornalistas presentes no Salão de Frankfurt.

A grande novidade, como se sabe, é a adoção de motores turbo para todas as versões do 911, colocando fim à tradição de blocos naturalmente aspirados. O novo 3.0 V6 biturbo será oferecido em duas configurações, uma de 370 cavalos de potência e outra de 420 cv (para a versão S).

porsche-911-carrera-frankfurt-2.jpeg

As atualizações de design, como ocorre habitualmente em facelifts, não são dramáticas nem para o cupê, nem para o conversível. Foram reestilizados os faróis, as luzes diurnas de LED, as rodas, as maçanetas, as lanternas e as grades da tampa do motor.

Continua após a publicidade

Na cabine, a Porsche confirmou a introdução de um renovado sistema multimídia Communication Management Systen (PCM), compatível com Apple CarPlay. A tela de sete polegadas é multitoque, contando com navegador integrado a serviços como Google Earth, Google Street View e informações de tráfego em tempo real.

porsche-911-carrera-4.jpeg

Anteriormente, a Porsche havia confirmado que o novo 911 chegaria às concessionárias europeias em 12 de dezembro, por 96.505 euros. À reportagem de QUATRO RODAS, a previsão é de início de vendas entre novembro e dezembro, mas, mais interessante do que isso, foi a revelação de que o Brasil não demorará a receber o modelo. A estimativa é de que o esportivo chegue por aqui já no primeiro trimestre de 2016.

Outra confirmação é referente ao Boxster Syper, novo modelo de alto desempenho e baixo peso (abdicando até mesmo do ar-condicionado). Ele também deverá ser importado a partir de 2016, para alegria dos entusiastas de uma configuração 100% voltada para o prazer ao dirigir.

VEJA MAIS– Frankfurt: Porsche Misson E dá um show de tecnologia embarcada– Porsche não esconde novo 911 Turbo

Continua após a publicidade

Publicidade