Ford Ranger militar ganha blindagem, armas e câmbio de Camaro

Picape recebeu diversas mudanças e se transformou em um veículo especializado em ações de defesa e resgate

Ford Ranger militar foi desenvolvida pensando em ações de defesa e de resgate

Ford Ranger militar foi desenvolvida pensando em ações de defesa e de resgate (Ricardo PLC/Divulgação)

Vencedora do último comparativo de picapes feito por QUATRO RODAS, a Ford Ranger passou por mudanças este ano. Recebeu uma nova frente, painel de instrumentos, rodas aro 18 e santantônio.

Entretanto, nada se compara ao que a empresa britânica de engenharia automotiva Ricardo PLC e a divisão de veículos militares da Polaris fizeram para transformar a picape média num veículo militar.

Para se tornar um carro de guerra, a Ranger recebeu um sistema elétrico aprimorado de 24 V, piso e vidros blindados, amortecedores dianteiros e traseiros leves e resistentes, além de placas protetoras extras para radiador, tanque de combustível e trem de força, proteção para capotagem e cinto de segurança de quatro pontos.

Equipamentos adicionais incluem sistema de armas montado em formato de anel e sistema elétrico aprimorado de 24 V

Equipamentos adicionais incluem sistema de armas montado em formato de anel e sistema elétrico aprimorado de 24 V (Ricardo PLC/Divulgação)

Também recebeu pintura camuflada com a tinta IRR usada pela Otan e um sistema de armas montado em formato de anel, deixando o carro pronto para ir à combate.

Pintura camuflada é a mesma usada pelos veículos da Otan

Pintura camuflada é a mesma usada pelos veículos da Otan (Ricardo PLC/Divulgação)

Sob o capô, a fabricante britânica confirmou o motor biturbo diesel, de quatro cilindros de 210 cavalos, como uma das opções disponíveis. Essa versão da Ranger recebeu o novo câmbio automático de 10 marchas que estreou nos novos Mustang e Camaro.

Interior tem sistema de navegação e mecanismo de proteção de dados

Interior tem sistema de navegação e mecanismo de proteção de dados (Ricardo PLC/Divulgação)

O chassis da versão militar também vem com molas, amortecedores e freios reforçados. As rodas passaram a usar pneus para uso intenso no fora-de-estrada

A altura do carro não foi especificada, mas é certo que o modelo de guerra é mais alto que o civil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s