Clique e assine por apenas 8,90/mês

Ford quase extinguiu a marca Lincoln

Novo CEO, Mark Fields foi decisivo para a manutenção

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 13h48 - Publicado em 30 jun 2014, 20h57
mercado

A Ford esteve prestes a extinguir a marca de carros de luxo Lincoln em 2013. A informação foi revelada pela Bloomberg, citando que Alan Mulally, CEO que deixa o cargo ao fim desta segunda-feira (30), estava desgostoso com a produção lenta do sedã MKZ e com sua campanha publicitária extremamente cara.

Quem dissuadiu Mulally de tomar essa decisão foi exatamente Mark Fields, atual COO da Ford e que assumirá a chefia da companhia amanhã (1º). Ao lado de Jim Farley, chefe de Marketing do grupo, Fields mostrou que valeria a pena continuar com a Lincoln no mercado.

Publicidade