Clique e assine por apenas 8,90/mês

Ford pode adotar direção autônoma em série até 2025

Marca faz testes com Fusion Hybrid

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 12h55 - Publicado em 13 dez 2013, 13h00
tecnologia

Um Fusion Hybrid será o veículo escolhido pela Ford para inaugurar os testes do programa de direção autonôma da marca. A empresa firmou uma parceria com a Universidade de Michigan para o desenvolvimento de tecnologias de automação e assistência de condução.

A iniciativa faz parte do plano “Blueprint for Mobility”, que prevê o desenvolvimento de novas tecnologias a serem aplicadas nos carros da marca a partir de 2025. Algumas concorrentes da Ford, como Nissan e Mercedes-Benz, também estão investindo em tecnologias de direção autônoma, embora ambas acreditem que dispensarão os motoristas até 2020. A Volvo está em fase ainda mais avançada, conduzindo testes com uma grande frota de automóveis na Suécia.

O Fusion foi preparado pela Ford com dados coletados em diversos simuladores de direção, que analisaram como seres humanos e robôs poderiam trabalhar em conjunto no desenvolvimento deste tipo de tecnologia. O carro é equipado com um sistema de monitoramento e detecção por luz (abreviado pela sigla em inglês LiDAR), que escaneia as condições do percurso à frente 2,5 milhões de vezes por segundo.

Ainda segundo a Ford, seus engenheiros estão trabalhando no desenvolvimento de vários sistemas para alertar os motoristas sobre congestionamentos e acidentes à frente, além de funções semiautônomas para estacionamento e condução em baixas velocidades durante engarrafamentos. Estas tecnologias podem ser incorporadas aos modelos da marca a médio prazo, embora a direção 100% autônoma deve ser adotada somente na metade da próxima década.

Publicidade