Ford Mustang ganha facelift e aposenta motor V6

Cupê recebe transmissão automática de 10 marchas desenvolvida em parceria com a GM

Mustang GT na posição 3x4 de frente Novo Mustang ganhou faróis recortados na porção inferior

Novo Mustang ganhou faróis recortados na porção inferior (Divulgação/Ford)

Após muitos flagras de unidades com camuflagem pesada nos Estados Unidos, o Mustang 2018 foi revelado. O muscle car recebeu um facelift para fazer frente ao Camaro — que vem conquistando o segmento na Terra do Tio Sam.

As mudanças no Mustang foram sutis: faróis recortados na parte inferior, luzes auxiliares de led, para-choques com entradas de ar com novo desenho, capô mais baixo e 12 opções de rodas. A traseira também teve o para-choque redesenhado, enquanto a lanterna permanece com as três barras verticais, porém com as extremidades curvas.

Por dentro, as linhas mantém o aspecto retrô, trazendo novos materiais de acabamento nos painéis das portas e console central, além de um novo painel de instrumentos digital configurável de LCD de 12 polegadas e central multimídia compatível com Apple CarPlay e Android Auto. O sistema Ford Sync com Ford Pass também está disponível, e permite ligar o carro, travar e destravar as portas, bem como localizá-lo via aplicativo de smartphone.

Interior Mustang GT Interior recebe painel digital configurável de 12 polegadas

Interior recebe painel digital configurável de 12 polegadas (Divulgação/Ford)

A Ford aposentou o motor V6 3,6 litros naturalmente aspirado, deixando o propulsor quatro cilindros 2.3 EcoBoost para o modelo de entrada e o V8 5.0 para a versão topo GT, ambos atualizados e mais potentes — as novas especificações serão reveladas ainda esse ano. Atualmente, o conjunto quatro cilindros 2.3 tem 314 cv e o V8 5.0 441 cv.

Novo Ford Mustang GT na posição 3x4 de traseira Cupê tem 12 opções de rodas

Cupê tem 12 opções de rodas (Divulgação/Ford)

A transmissão automática de 10 marchas desenvolvida em conjunto com a GM, já utilizada na nova Ford F-150 e no Camaro ZL1, agora equipa tanto a versão 2.0 EcoBoost quanto a GT com o V8 5.0. A marca garante trocas de marcha mais rápidas e melhores respostas em baixas velocidades. Outra novidade são seletores de modo de condução em três níveis (Normal, Sport e Track), bem como os amortecedores controlados magneticamente e um novo escapamento com válvula ativa, que altera o ronco do motor da versão V8 ao toque de um botão.

Novo Ford Mustang GT na posição 3x4 de traseira Lanternas com três barras verticais agora têm extremidades curvas

Lanternas com três barras verticais agora têm extremidades curvas (Divulgação/Ford)

Destaque também para os novos itens de segurança como controle de velocidade adaptativo, aviso de colisão com detecção de pedestres, assistência de manutenção e alerta de saída de faixa. O novo Mustang será comercializado a partir de setembro nos EUA, enquanto sua chegada ao Brasil é esperada para 2018.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Henrique

    Era melhor ter deixado como estava…

  2. William Batista Generoso

    Nossa o visual e as linhas da frente ficaram estranhas, particularmente eu não gostei, eles estragaram o conceito do carro.