Clique e assine com até 75% de desconto

Chevrolet Camaro atualiza versão “track day” ZL1 com 649 cv

Com o motor V8 do Corvette Z06, novo Camaro ZL1 tem mais potência, peso reduzido e ajuste focado nas pistas

Por Diego Dias Atualizado em 21 fev 2017, 14h47 - Publicado em 16 mar 2016, 15h47

Chevrolet Camaro ZL1

Atualmente na sexta geração, o Camaro recuperou os holofotes e parte de seus fãs em 2009, quando foi apresentado com um visual que retomava as raízes de “muscle car”. Agora, a Chevrolet apresenta a linha 2017 do Camaro ZL1, versão mais endiabrada do esportivo americano que promete deixar muito esportivo alemão para trás não só nas retas, mas também nas curvas.

Com o propulsor V8 6.2 supercharger que também equipa o Corvette Z06, o Camaro ZL1 tem um considerável ganho de potência em relação ao anterior (61 cv a mais que o ZL1 anterior) e despeja nas rodas traseiras 649 cv de potência e uma patada de 88,5 mkgf de torque nas costas. Esse conjunto pode trabalhar atrelado a um câmbio manual de seis marchas (os puristas agradecem) ou também com a inédita transmissão automática de 10 velocidades, que conta com aletas atrás do volante para trocas manuais.

Chevrolet Camaro ZL1

Continua após a publicidade

O visual ainda mais agressivo foi moldado em túnel de vento e autódromos de verdade para aprimorar a aerodinâmica, estabilidade e a refrigeração, com aberturas e dutos de ar maiores na dianteira, capô e laterais. O capô, por sinal, é feito parcialmente de fibra de carbono. O spoiler traseiro agora é do tipo asa, e abaixo dele fica um novo extrator de ar que agrega quatro generosas saídas de escapamento.

O muscle também traz suspensão com ajuste magnético  (Magnetic Ride) atualizado para as pistas, conjunto de freios Brembo com pinças de seis pistões e enormes discos de 15 polegadas, seletor de modo de direção, controle de largada e diferencial de deslizamento limitado eletrônico.

Chevrolet Camaro ZL1

Além disso, com a redução de peso de 90 quilos em relação ao antigo ZL1, as relações de peso/potência e peso/torque melhoraram significamente. Segundo a GM, graças a tudo isso, não é preciso nenhuma preparação para entrar num autódromo e fazer bonito – nem mesmo no sistema de arrefecimento, que agora sai de fábrica com nada menos que 11 trocadores de calor.

Chevrolet Camaro ZL1

Na cabine, as mudanças são mais sutis e o ZL1 se diferencia das outras versões apenas pelos bancos Recaro e volante com base achatada. O chamado Chevrolet Performance Data Recorder (um equipamento para gravar dados e vídeos da pilotagem, também oferecido no Corvette) é o único opcional.

Chevrolet Camaro ZL1

A Chevrolet ainda não divulgou os dados de desempenho, mas se levar em consideração sua versão anterior, que acelerava de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e alcançava uma velocidade máxima de 296 km/h, é de se esperar que o Camaro ZL1 2017 melhore esses números. E se a geração passada já arrancou elogios por seu comportamento dinâmico em pista, o novo modelo – que fará sua estreia no Salão de Nova Iorque, dia 25 de março – tem tudo para entrar para a histório como o melhor Camaro de fábrica da história.

Chevrolet Camaro ZL1

Continua após a publicidade
Publicidade