Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ford deve demitir 1.200 funcionários na Austrália

Marca fechará duas instalações no local para cortar custos

Por Natali Chiconi Atualizado em 9 nov 2016, 12h26 - Publicado em 23 Maio 2013, 11h14
fabricantes

A Ford anunciou planos de fechar, em outubro de 2016, uma instalação na Austrália. Como resultado desta medida, aproximadamente 1.200 pessoas perderão seus empregos na montadora.

A marca afirmou que tentará encontrar outro emprego aos trabalhadores, que atualmente ficam na planta de Broadmeadows e Geelong, onde fabricam, entre outros modelos, o Falcon.

Apesar da atitude, a Ford tem intenção de levar à Austrália modelos tradicionais da marca, tais como Taurus, Explorer e Mustang. A intenção da montadora é aumentar em 30% a gama de modelos oferecidos no país.

A montadora pretende, ainda, manter cerca de 200 concessionárias. A medida de fechamento teve como objetivo minimizar os impactos dos altos custos de manufatura e fragmentação do mercado.

Nos últimos três anos, a Ford Austrália sofreu uma perda de US$ 581 milhões e, nesta semana, anunciou uma perda de US$ 135 mi no ano fiscal de 2012.

Continua após a publicidade

Publicidade