Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Como a nova tecnologia de radares pode baratear os carros autônomos

Sistema da Provizio foi apresentado na CES, pode substituir o LiDAR e já pode estar presente em novos modelos em 2025

Por Julio Cabral
Atualizado em 5 fev 2024, 14h08 - Publicado em 17 jan 2024, 14h01

Para um carro autônomo funcionar, ele tem que enxergar, uma tarefa que costuma ser feita por dispositivos sofisticados. É o caso do LiDAR, sigla que indica Light Detection and Range, o que pode ser traduzido para detecção de luz e alcance, tecnologia que emite pulsos laser e mede o tempo de retorno deles para detectar objetos e outros elementos.

Só tem um problema: a solução é muito cara. Para resolver esse empecilho, a empresa Provizio revelou uma opção que se vale de radares convencionais para fazer a mesma função. 

Apresentada na CES (Consumer Electronic Show), feira de alta tecnologia realizada em Las Vegas, Estados Unidos, a invenção da Provizio é voltada para o nível 3+ de automação, patamar em que o motorista não está dirigindo, mas precisa reagir, se necessário, caso aconteça algum problema. Com o auxílio de câmeras 360 graus, tal grau de automação seria alcançado.

A tecnologia de antena amplifica a resolução do radar com o mínimo grau de computação, diminuindo assim o custo. A inteligência artificial (IA) é usada para diminuir a densidade dos fatores climáticos e reduzir o ruído. 

Se antes os radares tinham alcance bem menor, o invento é capaz de ampliar essa visão a mais de 600 metros, o que pode ser feito mesmo em meio a condições de tempo adversas. São exemplos neve, chuva ou poeira, situações nas quais o LiDAR e as câmeras sofrem para funcionar corretamente. Além disso, o alcance é o dobro do oferecido pelas outras soluções. Tudo com um custo de aplicação e complexidade bem menores. 

Tecnologia de radar 5D da Provizio
De acordo com a empresa, o sistema cria um casulo de segurança de 1 km (Provizio/Divulgação)

O fornecedor afirma que o pacote dá ao sistema uma quinta dimensão. Sim, eles falam em 5D. Deixando o marketing de lado, a empresa se justifica afirmando que o tempo de reação de menos de 5 milissegundos e a percepção do ambiente seriam essa outra dimensão.

Para você ter uma ideia, algumas das tecnologias concorrentes levam 300 milissegundos para reagir. Ainda de acordo com a companhia, o radar é capaz de projetar até ambientes fechados, dispensando GPS e outros recursos. Segundo a Provizio, a integração permite criar um “casulo de segurança” de 1 km ao redor do veículo. 

A questão é a aplicação comercial, uma vez que nenhum fabricante adotou ainda a novidade. Em 2023, na CES do ano passado, a Provizio falou que pretende fornecer comercialmente a tecnologia em 2025.  

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.