Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

De R$ 0,12 a R$ 14,40 o litro: o ranking do preço da gasolina pelo mundo

O litro do combustível pode variar de preço entre R$ 0,12, na Venezuela, e R$ 14,40, em Hong Kong

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 26 jun 2022, 22h00 - Publicado em 28 jun 2022, 04h00

O preço médio da gasolina no Brasil ficava ao redor de R$ 7,40/l, quando este texto foi escrito. Portanto, o brasileiro reclama com razão. Mas, se no Brasil, encher o tanque do carro é caro, imagine em Hong Kong, onde 1 litro de gasolina custava o equivalente a R$ 14,40.

Os números são do site Global Petrol Prices, que mantém atualizado um banco de dados com os preços médios do combustível em 169 países. Os valores são informados em dólar americano, mas aqui foram convertidos pela cotação de R$ 5 por dólar.

Segundo o site, Hong Kong (um território autônomo chinês) é o lugar onde a gasolina custa mais caro, entre os mercados pesquisados. No segundo posto vem a República Centro-Africana, com a média de R$ 12,30/l.

E, no terceiro, Mônaco, com R$ 12,10/l. Olhando a escala ao contrário, do mais barato para o mais caro, o primeiro colocado é a nossa vizinha Venezuela, com o litro da gasolina cotado a R$ 0,12. Em seguida, vem a Líbia, com R$ 0,16/l e depois o Irã, com R$ 0,25/l. Todos conhecidos produtores e exportadores de petróleo.

O Brasil, com a cotação de R$ 7,40/l, fica na 106a posição no ranking. No sul do continente, os brasileiros pagam mais pelo combustível que os argentinos (R$ 5,05/l) e paraguaios (R$ 7,02/l). Mas gastam menos que os uruguaios (R$ 9,72/l).   

Segundo o Global Petrol Prices, o preço médio da gasolina pelo mundo afora é de US$ 1,33/l (R$ 6,65/l). Em geral, os países ricos têm preços mais altos que os mais pobres.

Continua após a publicidade

Mas há exceções e os Estados Unidos (R$ 4,93/l) são a mais notória, pois o país é economicamente muito desenvolvido, mas ao mesmo tempo tem preço baixo. Embora lá o combustível seja vendido em galão (3,78 litros), o valor divulgado já corresponde ao custo em litros.

“As diferenças entre os preços da gasolina nos diferentes países devem-se a vários tipos de impostos e subsídios para a gasolina”, diz o site.

Tabela de preços Posto de Gasolina

“Todos os países compram o petróleo nos mercados internacionais pelos mesmos valores, mas praticam políticas de preços diferentes”, informa o GPP. Os  principais exportadores não seguem as cotações internacionais em seus mercados internos.

No Brasil, segundo a Petrobras, o preço da gasolina nas bombas é resultado de uma conta de quatro fatores: preço do produtor ou importador, preços do etanol obrigatoriamente adicionado, impostos (ICNS, Cide, PIS/Pasep e Cofins) e custos e lucro de distribuição e revenda.

Compartilhe essa matéria via:

Em seu site, a empresa brasileira mostra que, considerando um levantamento entre os dias 17 e 23 de abril, quando o preço médio do litro era de R$ 7,21; R$ 2,81 correspondiam ao valor do combustível, R$ 1,75 era relativo à cobrança de ICMS e R$ 0,69 representava a incidência dos outros impostos (Cide, PIS/Pasep e Cofins).

Havia ainda R$ 1,02 que correspondia ao custo do etanol (27%) e R$ 0,94  era a parte estimada para distribuidor e revendedor. Ou seja: o combustível (gasolina + etanol) responde por 53% (38,9% + 14,1%) do preço; os impostos estaduais e federais (24,3% + 9,5%), por 33,8%; e a comercialização por 13%.

No final das contas, combustível caro é ruim para todos: não só na hora de abastecer, mas pelos custos que agrega a outras atividades da economia. Seja aqui ou na China.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês