Clique e assine por apenas 8,90/mês

Crazy Cart: fazendo drifting dentro do prédio

O Crazy Cart foi feito para derrapar e andar de lado, mas só suporta 63 kg. Pode começar seu regime

Por Ulisses Cavalcante - Atualizado em 23 nov 2016, 20h57 - Publicado em 27 abr 2016, 16h17
Crazy Cart
Alavanca de mã libera as rodas e o kart sai de traseira

Um vídeo publicado pelo piloto Felipe Massa em sua conta no Facebook viralizou no último final de semana. Nele, seu filho Felipinho Massa disputa – e vence – uma corrida de karts elétricos na varanda do apartamento do brasileiro, em Mônaco, enfrentando ninguém menos que o australiano Daniel Ricciardo, piloto da Red Bull (clique aqui para assistir).

Crazy Cart
Motor elétrico fica abaixo do volante

O sério candidato a brinquedo mais legal que alguém pode ter na vida chama-se Crazy Cart, e parece um kart para crianças. Tem volante horizontal, só um eixo na dianteira e duas rodas de patins na traseira. Feito pela americana Razor, mostra sua mágica quando o piloto puxa uma alavanca idêntica a um freio de mão. A ação dá início à manobra que o Crazy Cart foi projetado para fazer: drifting.

Crazy Cart
Bateria tem duração de até 40 minutos

Sim, um brinquedo feito para dirigir e derrapar. Porém, em vez de arrastar rodinhas, a alavanca modifica o cáster do eixo de trás. As rodas, instaladas em um rodeiro livre – como as frontais de um carrinho de supermercado –, passam a se movimentar em 360 graus  dependendo da direção do volante. As primeiras voltas incorrem em um inevitável cavalo de pau. Mas, com um pouco de prática, o giro  no próprio eixo dá lugar ao drifting. E o desafio de controlar a alavanca, fazer o contraesterço e dosar a aceleração é fascinante. O Crazy Cart atinge 20 km/h e as baterias duram até 40 minutos. O preço é proporcional ao nível de diversão: R$ 3 299,90.

O brinquedo aparece como esgotado no site da importadora no Brasil, a Two Dogs, mas dá para encomendar.

Continua após a publicidade
Publicidade