Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

BYD reforça distribuição para evitar falta de peças e busca nacionalização

Após lapso, BYD triplicou envio de peças às concessionárias e terá estoque dobrado até o fim de 2024

Por Henrique Rodriguez, de Cariacica (ES)
Atualizado em 12 mar 2024, 14h10 - Publicado em 12 mar 2024, 13h44

A BYD sentiu a responsabilidade do sucesso de vendas de seus carros, em especial, os Song Plus e Dolphin. Em poucos meses a demanda por peças de reposição triplicou e casos de reclamações por demora para o fornecimento de peças se multiplicaram. Agora a fabricante chinesa trabalha para colocar a casa em ordem.

De acordo com a BYD, o que aconteceu foi “uma demora temporária na liberação de alguns pedidos de peças.” A questão nem teria sido a falta de peças no Brasil, mas o tempo de envio a partir do centro de peças da BYD em Cariacica (ES) para as concessionárias da marca. Isso ficou ainda mais sensível com o aumento da demanda por peças de reposição.

BYD PEÇAS

Agora a fabricante ajusta sua logística para que os componentes pedidos sejam despachados em até três dias e entregues em até cinco dias. No máximo, uma peça que não estiver nos estoques das lojas deverão ser entregues em 8 dias. Ainda é muito, mas o que demanda mais tempo são os componentes maiores. É é melhor do que casos onde peças disponíveis no Brasil demoraram mais de um mês para chegar às concessionárias.

A maior demanda é por peças danificadas em colisões, como partes de funilaria, para-choques, portas, capô e tampas. Peças usadas em revisões também têm demanda, mas têm maior previsibilidade.

BYD PEÇAS

Continua após a publicidade

A BYD garante que casos mais graves são acompanhados de perto pelo pós-vendas da empresa e peças indisponíveis no Brasil podem ser pedidas da China e enviadas de avião. Neste caso, a peça demora até 15 dias para chegar.

Estoque vai dobrar de tamanho

QUATRO RODAS visitou o centro de peças da BYD no Espírito Santo. O galpão tem uma área de 5.000 m² e 5.600 posições de pallets, e deverá dobrar de tamanho nos próximos meses, triplicando a mão de obra, atualmente de 50 funcionários, até o fim de 2024.

BYD PEÇAS
Galpão em Cariacica (ES) onde fica o centro de distribuição de peças da BYD (Divulgação/BYD)

Hoje o estoque é de 370.000 peças e cobre 93% dos componentes dos carros da BYD à venda no Brasil. Como a demanda triplicou, já conseguiram escalar o envio diário de 200 para até 600 peças (ou 13.200 peças/mês), o que atende a atual demanda, de acordo com a BYD. Já a capacidade de recebimento de peças de conteiners que desembarcam no Brasil é de até 4.000 peças/dia.

BYD PEÇAS

O que também pode ajudar a desafogar o centro de peças é o envio de kits com as peças de maior demanda para as concessionárias, o que já está sendo feito pela BYD.

Continua após a publicidade

BYD PEÇAS

No futuro, além de mais um centro de distribuição de peças junto à fábrica de Camaçari (BA), a BYD também pretende fazer das suas maiores redes de concessionárias centros regionais para distribuição de peças. A marca pretende passar das atuais 78 concessionárias para 200 até o final de 2024.

Pneus do Dolphin Mini estão garantidos

O BYD Dolphin Mini já tem cerca de 8.000 unidades vendidas no Brasil e um problema: a medida do seu pneu, 175/55 R16 é inédita no Brasil. E o carro não tem estepe, mas sim um kit de reparo.

BYD PEÇAS

Para não ter falta de pneus, a marca está importando um lote de pneus por avião e um lote robusto por navio, que chegará nos próximos meses. Esses pneus serão distribuídos pela rede de concessionárias e também por uma distribuidora de pneus, que não teve nome divulgado, e será parceira da BYD. Além disso, a fabricante do pneu original do carro, Linglong, também vai distribuir essa medida no Brasil.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.